ACIDENTE - Jovem faleceu em colisão entre moto e carro

Um morto e um ferido em estado ligeiro foi o resultado de uma colisão entre um veículo ligeiro e uma moto, ocorrida ontem, na localidade de Gondelim, concelho de Penacova.

A vítima mortal é, segundo informações do comandante dos Bombeiros Voluntários de Penacova, Bruno Martins, um jovem de 24 anos, oriundo da localidade do Lourinhal, freguesia de Carvalho, que seguia no motociclo. 

O ferido ligeiro é uma jovem, na casa dos 20 anos, de Gondelim, a condutora da viatura ligeira.

O alerta aos Bombeiros Voluntários de Penacova foi dado às 17h15 e, chegados ao local, os bombeiros depararam-se com um cenário de choque frontal entre as duas viaturas, na estrada que liga Gondelim a Vale de Ana Justa.

Segundo o comandante António Simões, o jovem Bruno Martins ainda foi transportado com vida aos Hospitais da Universidade de Coimbra, com manobras de reanimação, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos, acabando por ser declarado o óbito no hospital.

No local estiveram os Bombeiros de Penacova, com duas ambulâncias e cinco elementos, a ambulância do INEM e a GNR que tomou conta da ocorrência.

Diário de Coimbra

FUTEBOL DISTRITAL - Antevisão dos jogos do fim de semana



Quando faltam quatro rondas para o final, o Condeixa é o líder da Divisão de Honra AFC com vantagem de quatro pontos para o “vice” Sourense sendo que a formação condeixense, nesta 27.ª ronda da competição, recebe a visita de um Pampilhosense com a moral em baixo depois das duas derrotas caseiras consecutivas diante do Oliveira do Hospital por números pesados (1-4). Para além da forte noção de que cada triunfo é mais um passo rumo ao título e, consequentemente, ao Campeonato de Portugal, os comandados de Vítor Gouveia também gostariam de aproveitar a imprevisibilidade que pode vir do dérbi de Soure visto que a Vinha da Rainha é o local onde os pupilos de Rafael Silva têm mais uma difícil missão.

Na primeira volta, o Sourense bateu por 2-0 os “vizinhos” do mesmo concelho, mas é incerto que um triunfo volte a ser uma realidade. Já os condeixenses, na visita à Pampilhosa da Serra, averbaram uma das duas das derrotas que têm na prova com o 2-0 a ser favorável aos comandados de Carlos Alegre.

Quem segue - motivado pelo acesso à final da Taça AFC – na procura de um deslize do duo da frente é o Oliveira do Hospital que recebe a formação do Sepins que, agora, já sabe que entra nas contas da descida devido à despromoção da Naval à Divisão de Honra, sendo que antes apenas uma equipa desceria à 1.ª Divisão AFC. A turma de Cantanhede tem a missão de vencer sob pena de, mais ronda menos ronda, não conseguir evitar a despromoção.

Também o Pereira, “lanterna vermelha”, tem de vencer de forma a evitar a descida que, se não pontuar, pelo menos, no terreno do Penelense (5.º) ficará bem próxima. A turma de Penela não está numa fase muito boa, pois já não vence há três encontros, mas procurará regressar às alegrias diante de um conjunto que é claramente mais fraco do ponto de vista teórico.

O Poiares (13.º), já um pouco fora dessas lutas pela permanência, mas ainda preocupado com eventuais descidas do terceiro escalão - tal como o Lousanense que venceu, em jogo antecipado, o Febres (1-0) – espera conseguir surpreender o Ançã (4.º).

Em Eiras, os anfitriões (7.º) querem triunfar na recepção ao União FC (9.º) e “vingar” a derrota por 1-0 no Campo da Feira Nova (Penacova). Sem perder há quatro embates está o Vigor (11.º) que quer, certamente, prosseguir uma fase positiva na visita do Tocha que vem de uma série de dois jogos a perder.

1ª DIVISÃO DISTRITAL

A penúltima jornada da 1.ª Divisão da AFC pode fechar as contas da subida. O Arganil encara as duas últimas rondas de uma forma bem tranquila depois de ter garantido a conquista do ceptro de campeão no triunfo (2-3), em  Cantanhede, diante do Marialvas. Hoje, a recepção ao Mirandense (16h00) será de consagração dos arganilenses diante dos seus adeptos.

Assim sendo, resta uma vaga apenas no comboio da subida e, neste particular, o Lagares da Beira é o que está mais próximo de o conseguir. O 2.º classificado recebe o Adémia, penúltimo, pelo que parte com amplo favoritismo à conquista dos três pontos que, de resto, garantem a promoção. Quem tem uma ténue esperança ainda é o Marialvas (3.º) que está a cinco pontos do 2.º lugar. Os cantanhedenses têm de vencer obrigatoriamente em Góis e precisam de uma “ajuda” do Adémia para adiarem as decisões para a última jornada.







Diário de Coimbra

25 DE ABRIL - Penacova homenageia os primeiros autarcas eleitos democraticamente



O Município de Penacova assinalará as comemorações do 25 de Abril deste ano com um programa, onde prestará homenagem aos primeiros autarcas eleitos democraticamente, em 1976. As comemorações iniciam-se logo no dia 22 de abril, pelas 21:30h, assinalando os 40 anos do Poder Local Democrático, no Auditório do Centro Cultural, com o Concerto da Liberdade, pela Filarmónica Boa Vontade Lorvanense, que contará com a participação especial de Beatriz Fonseca, no canto, de Raquel Resende, no piano, e de Paulo Neto, no acordeão.

No dia 24 de abril, pelas 21:30h, no Mosteiro de Lorvão, haverá um concerto com os alunos da Classe de Canto do Conservatório de Música de Coimbra.


As cerimónias do dia 25 de Abril decorrerão nos Paços do Concelho, a partir das 10:30h, hora em que serão hasteadas as bandeiras, ao som do Hino Nacional. Segue-se, pelas 10:45h, uma Sessão Solene, no Salão Nobre, em que serão homenageados os primeiros autarcas eleitos democraticamente nas autárquicas de 12 de dezembro de 1976. De acordo com Humberto Oliveira, "esta é uma homenagem justíssima, que visa honrar e evocar algumas pessoas que figuram na história democrática do Concelho, por terem sido eleitas num período de grande mudança popular no Concelho e no País". O autarca refere ainda que "este evento lembrará todos aqueles que lutaram pela democracia que hoje temos e que devemos estar à altura de enaltecer e manter vida".


LISTA DOS HOMENAGEADOS:

Presidente da Assembleia Municipal de Penacova
Eurico Almiro Meneses e Castro
Presidente da Câmara Municipal de Penacova
Artur Manuel Sales Guedes Coimbra
Presidente da Junta de Freguesia de Carvalho
Graciano Carvalho (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de Figueira de Lorvão
Alípio Simões Marques (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de Friúmes
Adelino Gaspar (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de Lorvão
João Carvalho da Silva
Presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Mondego
Adosindo Duarte Oliveira (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de Paradela
Joaquim da Fonseca Almeida
Presidente da Junta de Freguesia de Penacova
Vasco Pedro da Silva Viseu (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de São Pedro de Alva
Luís Martins Morgado (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de São Paio de Mondego
José Arménio Castanheira Cunha (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de Sazes do Lorvão
Manuel Fernandes (a título póstumo)
Presidente da Junta de Freguesia de Travanca do Mondego
José Oliveira Henriques


DECO - Problemas com o seu automóvel? Saiba como o Centro de Arbitragem do Sector Automóvel o pode ajudar!


O CASA é uma instituição privada, sem fins lucrativos, resultante da união de vontades de associações que representam os interesses dos consumidores, bem como, os dos empresários do sector automóvel.

A sua atividade, autorizada pelo Ministério da Justiça, caracteriza-se pela simplicidade, rapidez, isenção e eficácia na resolução de conflitos, através da prestação de informações jurídicas e recurso mecanismos extrajudiciais, nomeadamente a mediação, conciliação e arbitragem.

O CASA está integrado na Rede Nacional de Centros de Arbitragem Institucionalizada (RNCAI), regulada pelo DL. n.º 60/2011, de 6 de Maio.

Tem competência nacional para a resolução de conflitos decorrentes da aquisição, manutenção e utilização de automóveis, nomeadamente litígios respeitantes à aquisição de veículos novos ou usados, de peças a aplicar nos mesmos, serviços de reparação, manutenção e assistência, revenda de combustíveis, óleos e lubrificantes, e serviços prestados por empresas detentoras de parques de estacionamento.

Assim, se vai adquirir carro, ou se, o que já detém precisar de reparação ou manutenção, antes de selecionar o stand ou a oficina, verifique se a empresa é aderente ao Centro de Arbitragem do Sector Automóvel.

Na verdade, apenas as empresas e os profissionais do sector automóvel, que aderirem ao CASA, se comprometem a resolver qualquer problema decorrente dos serviços que prestam ou dos bens que vendam.

Os profissionais que adiram a este centro de arbitragem adquirem o direito a ostentar um sinal distintivo, que os certifica e distingue enquanto entidades que aceitam resolver os seus litígios através de meios de resolução extrajudiciais, o que é revelador da qualidade do serviço prestado.

O recurso aos mecanismos extrajudiciais de conflitos é voluntário, dependendo sempre da vontade das partes.

A anuência das partes na resolução do conflito através do CASA faz com que o acordo obtido, em sede de mediação ou de conciliação, tenha força vinculativa, podendo, em caso incumprimento, ser passível de execução judicial.

Por sua vez, quando o conflito não é resolvido através da mediação ou conciliação, sendo submetido à arbitragem, as decisões proferidas pelo Tribunal Arbitral têm força obrigatória nos mesmos termos das sentenças dos Tribunais Judiciais.

Refira-se ainda que o Tribunal Arbitral opera em todo o território nacional, baseando-se na residência ou sede das partes.

Por último, no que respeita a custos, a informação jurídica, mediação e conciliação são gratuitas.

A abertura do processo de reclamação e a consequente arbitragem implicam o pagamento de preparos, por cada parte, calculados com base no valor da reclamação e de acordo com tabelas do CASA.

Em caso de dúvidas não hesite em contactar-nos!

Tânia Santana, Jurista
DECO Coimbra

Os leitores interessados em obter esclarecimentos relacionados com o Direito do Consumo, bem como apresentar eventuais problemas ou situações, podem recorrer ao Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO, bastando, para isso, escreverem para a DECO – Rua Padre Estêvão Cabral, 79-5º, Sala 504-3000-317 Coimbra.

SENSIBILIZAÇÃO - Grupo de Voluntariado de Penacova promove Ação de Educação contra o cancro


O Grupo de Voluntariado Comunitário de Penacova da Liga Portuguesa Contra o Cancro, propõem a realização de uma ação de educação para a saúde denominada “Cancro e Sinais de Alerta”, proferida pela Dra. Natália Amaral, médica ginecologista, coordenadora regional do Voluntariado da LPCC, com os objetivos de esclarecer sobre sinais e formas de prevenção do cancro e sensibilizar a população para a importância de adoção de estilos de vida saudáveis como forma de prevenção do cancro.

Neste sentido, a Liga Portuguesa Contra o Cancro e o Grupo de Voluntariado Comunitário do concelho de Penacova, têm o prazer de convidar todos os interessados a estarem presentes nesta iniciativa, que se realizará no dia 30 de abril, pelas 16h00 no Centro Paroquial de Figueira de Lorvão (Penacova) e à qual se seguirá um momento musical proporcionado pelo Coro Vox Et Communio.