Colisão de quatro viaturas no IP3 provocou cinco feridos

Acidente obrigou ao corte de trânsito no IP3 durante cerca de duas horas. Dois dos cinco sinistrados são considerados feridos graves

Uma colisão entre quatro veículos ligeiros - três automóveis e uma carrinha - ocorrida ontem, cerca das 7h00, no IP3, ao quilómetro 61, próximo do nó de Penacova, causou cinco feridos, dois dos quais em estado considerado grave.
Os feridos graves são duas mulheres de 31 e 58 anos, residentes em Pinheiro de Ázere, no concelho de Tábua, e Nelas, respectivamente. A primeira era condutora de uma das viaturas envolvidas no acidente e a segunda era passageira de uma outra viatura.
As duas mulheres ficaram encarceradas, tendo sido retiradas do interior dos veículos pelos Bombeiros Voluntários de Penacova, que tiveram de recorrer à utilização de material de desencarceramento.
Os feridos ligeiros são um homem de 58 anos e um casal de cerca de 60 anos.
As cinco vítimas foram transportadas aos Hospitais da Universidade de Coimbra.
O acidente ocorreu no sentido Viseu-Coimbra e obrigou ao corte de trânsito durante cerca de duas horas, de forma a garantir o socorro das vítimas e, depois, a limpeza da via. Como alternativa a circulação foi desviada pelo nó de Miro em direcção à Estrada Nacional 2, retomando o IP-3 no nó de Penacova. No local compareceram os Bombeiros de Penacova com 20 elementos, cinco ambulâncias e um carro de desencarceramento. O Destacamento de Trânsito de Coimbra da GNR tomou conta da ocorrência. Desconhecem-se as razões deste aparatoso acidente, numa zona do IP3 onde se têm registado com alguma regularidade acidentes. Com efeito, no final do mês, uma colisão entre um ligeiro de mercadorias e um pesado provocou um ferido grave.



[foto]

  etiquetas ,