Detidos três suspeitos de assalto a funcionário dos CTT com gás paralisante

Vítima teria consigo 15 a 20 mil euros no momento do assalto.


A Polícia Judiciaria (PJ) deteve três suspeitos do assalto a um funcionário dos Correios de Penacova, em Setembro, com recurso a gás paralisante. A vítima tinha consigo 15 a 20 mil euros no momento do assalto.
Os assaltantes terão abordado o funcionário dos Correios logo depois de este se ter deslocado à agência da Caixa Geral de Depósitos para levantar a verba necessária para os serviços do dia – 15 a 20 mil euros, segundo o Diáriode Coimbra, que noticiou o assalto. A PJ, porém, não revela dados sobre a quantia roubada.
À saída do banco, os ladrões interceptaram o homem, que tentou resistir e foi atingido com um spray paralisante no rosto. Teve de receber assistência hospitalar.
Segundo a PJ, os suspeitos utilizaram um veículo que tinham roubado na véspera em Aveiro, “com recurso a violência física”, e que incendiaram depois do crime junto à Barragem da Aguieira, no concelho de Penacova (distrito de Coimbra).
Além das detenções, a polícia encontrou e apreendeu armas e munições proibidas. Os detidos têm 25, 28 e 32 anos e um deles tem antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, segundo a PJ. Vão agora a tribunal para conhecerem as medidas de coação.
 [fonte]

  etiquetas ,