Assaltantes do funcionário dos CTT em prisão preventiva - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

2 de março de 2013

Assaltantes do funcionário dos CTT em prisão preventiva

Os suspeitos do crime de roubo ao funcionário dos Correios de Penacova foram ontem presentes a tribunal, para primeiro interrogatório. Os três homens saíram do Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra ontem à noite, com destino à prisão. Com efeito, o juiz foi taxativo, decretando prisão preventiva para os três assaltantes.

O grupo, recorde-se, é liderado por um indivíduo originário de São Tomé, de 28 anos, radicado em Portugal há muito, residente na zona de Águeda, que, inclusivamente, já cumpriu pena por assalto à mão armada. Também da zona de Águeda é outro dos suspeitos, de 25 anos e, residente no vizinho concelho de Santa Comba Dão, está o terceiro elemento do grupo, de 32 anos.
Os assaltantes poderão estar envolvidos noutros crimes, mas, para já, a Directoria do Centro da Polícia Judiciária (PJ), reuniu provas que os implicam no roubo ao funcionário dos CTT de Penacova, no passado dia 10 de Setembro. O homem vinha da Caixa Geral de Depósitos, pouco depois das 8h30, cumprindo uma rotina de levantar o dinheiro necessário ao funcionamento do serviço de “caixa” dos Correios, quando foi surpreendido por um dos assaltantes, que lhe atirou gás paralisante para o rosto e se apoderou da mala, onde deveriam estar cerca de 25 mil euros. O funcionário ainda ofereceu luta e algumas dezenas de notas ficaram espalhadas pela rua, no centro histórico de Penacova.
Com a vítima dominada pelo gás paralisante, o assaltante dirigiu-se ao carro onde os dois comparsas o aguardavam e fugiram, quase sendo interceptados por uma patrulha da GNR que passava na altura e que acabaria por, horas, depois, localizar a viatura, queimada, junto à Barragem da Aguieira.
O carro foi, recorde-se, roubado em Aveiro, na véspera, com o condutor a ser ameaçado e, inclusivamente atirado ao chão. Os três suspeitos foram detidos quarta-feira, pela PJ de Coimbra, que também aprendeu soqueiras e munições proibidas que os assaltantes tinham em seu poder. MV

Sem comentários:

Post Top Ad