INEM forma profissionais em condução de emergência - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

13 de março de 2013

INEM forma profissionais em condução de emergência

Durante seis semanas, vão decorrer em 17 concelhos da região das Beiras cursos para a formar futuros tripulantes de ambulâncias.



O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) deu  início, na segunda-feira, a um conjunto de formações em Condução de Emergência, destinada a futuros tripulantes de ambulâncias.
Os cursos vão decorrer ao longo das próximas seis semanas nas áreas urbanas de Coimbra, Cantanhede, Mira, Figueira da Foz, Montemor-o-Velho, Condeixa-a-Nova, Soure, Penela, Miranda do Corvo, Lousã, Vila Nova de Poiares, Penacova, Mealhada, Anadia, Pombal, Ansião e Leiria, informou o INEM.
«É preocupação do INEM não causar perturbações no trânsito da zona Centro do país», razão pela qual as formações serão dispersas pelos vários concelhos, esclarece o INEM, garantindo «um cuidado suplementar na utilização das sirenes e outras sinalizações de emergência».
O primeiro curso arrancou ontem, dia 11 de março, e decorre até sexta-feira, repetindo-se a formação nas cinco semanas seguintes, até dia 19 de Abril.
Segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica, nos dois primeiros dias são abordadas as componentes teóricas e, em circuito fechado, o formando tem oportunidade de aprender e replicar as técnicas de controlo do meio. Nos restantes dias, a formação prática decorre em ambiente real, no trânsito.
«A aposta do INEM numa formação constante em Condução de Emergência é essencial para que as situações de emergência médica possam ser asseguradas com a máxima segurança. Conduzir um veículo em marcha de emergência assinalada, de forma a que seja possível chegar no menor espaço de tempo junto das vítimas de acidentes ou doença súbita, sem colocar em risco os restantes utentes da via pública, é uma tarefa complexa, que exige dos profissionais de emergência médica especiais aptidões físicas e emocionais», adianta o Instituto Nacional de Emergência Médica, acrescentando que os profissionais são treinados para se concentrarem na condução e para controlarem o veículo «em situações desesperadas e de alto stress». DC

Sem comentários:

Post Top Ad