Candidatos da coligação "Juntos Por Penacova" ouvem comerciantes da Vila

Nos dias 1 e 4 de Junho a coligação “Juntos por Penacova” deslocou-se às ruas da vila para ouvir as opiniões dos comerciantes, relativamente ao Parque de Estacionamento e à intervenção urbanística da Vila de Penacova, levada a cabo pelo actual Presidente da Câmara, Dr. Humberto Oliveira.



A obra foi projetada e construída com o intuito de facilitar o estacionamento dos habitantes de Penacova, proporcionar melhores condições ao comercio local, e reforçar a atractividade da Vila. Os contactos com o comércio local revelam que os investimentos efectuados não cumpriram o efeito pretendido.

Segundo testemunhos dos comerciantes, em Fevereiro do ano transacto, foi convocada uma reunião (onde nem todos foram informados) na véspera do início da obra, comunicando que o Mercado passaria para as novas lojas do edifício do Parque de Estacionamento. Depois do Investimento feito no espaço comercial do novo Parque de Estacionamento, as lojas continuam vazias por falta de condições para instalação dos comerciantes do mercado.

Hoje, o Mercado continua no mesmo sítio, pois o edifício não reúne as condições básicas para, por exemplo, o Talho e a Peixaria, por falta de saneamento e chão ser inapropriado. A Câmara Municipal propôs que passassem, para o edifício, estabelecimentos como a Padaria e a Frutaria, mas os comerciantes não aceitaram: «ou saímos todos ou não sai ninguém», afirmou uma comerciante. «Mamarracho» foi o nome utilizado por muitos para classificar o edifício do Parque de Estacionamento. As obras que foram feitas, segundo comerciantes e moradores «estão bonitas mas não são funcionais. Não tem estacionamento para que as pessoas parem.»

A par desta situação, que consideramos lamentável, a falta de estacionamento é um problema que nos preocupa. O estacionamento pelas ruas é escasso e os lugares do Parque de Estacionamento estão sempre lotados, por quem trabalha e vive na Vila diariamente. A população, que se deslocava ao comércio da vila, acaba por ir embora, uma vez, que não tem lugar para deixar a sua viatura e, em contra partida, quando necessita de resolver algum assunto realmente importante tem de deixar o carro em segunda fila ou mesmo em cima dos passeios, o que leva de imediato à atuação por parte dos agentes da GNR, que não se mostram cooperantes com o problema da falta de espaço para estacionar. As acessibilidades ao novo parque são péssimas, uma vez que está situado numa rua de sentido único, fazendo com que as pessoas tenham de dar uma volta enorme, passando por lugares com muito trânsito. E, ainda com a agravante de que as indicações para o parque não serem perceptíveis. A população está a deixar de se deslocar ao centro da vila, originando uma diminuição de movimento nas ruas; os comerciantes queixam-se de uma grande quebra do negócio, em virtude da dificuldade que as pessoas têm em parar na Vila para fazer as suas compras. O turismo está a ser afectado, porque não há espaço para os autocarros estacionarem. «Dois autocarros cheios de turistas não conseguiram estacionar e acabaram por ir embora», afirmou uma moradora. Num espaço de dois meses encerraram quatro espaços comerciais; os comerciantes sentem-se cansados e estão descontentes e ameaçam ir embora.


Tais factos fizeram com que ouvíssemos afirmações por parte da população, como: «Penacova está a ficar uma vila fantasma»; «Trata-se de uma falta de respeito pelos comerciantes e por quem cá mora»;e «O Sr. Presidente de Câmara tem um dom: espantar as pessoas de Penacova». Apesar de todo o descontentamento os comerciantes e a população mostraram que querem contrariar esta situação, dando algumas soluções, desde a construção de estacionamentos em espinha, uma vez que os passeios são demasiado largos, equacionar parquímetros, tornar o Parque de Estacionamento pago com uma taxa, alteração da acessibilidade ao centro da vila e Parque de Estacionamento, uma vez que a rua só tem um sentido e entendem que as entidades públicas devem criar condições locais para desenvolver a vila e atrair mais pessoas. As opiniões são unânimes: «a vila ficou mais bonita, mas há mais impactos negativos do que positivos. O projecto não atende à realidade local.» .

Não podemos ficar alheios e indiferentes a estes acontecimentos. É preciso contrariar esta situação. É urgente aumentar a atractividade da vila e do comércio. Temos plena consciência que há um orgulho de quem não quer recuar e que há soluções que não resolvem os problemas, mas minimizam-nos. Certo é, dos contactos que foram feitos, milhões de euros de investimento depois Penacova tem menos comércio local e menos turismo. Em nosso entendimento, isto deve-se ao facto de o projecto apresentado e executado não ter sido discutido com os comerciantes e com os agentes locais. Entendemos que alterações urbanísticas deste tipo devem ter a participação da população, são serem feitas contra os seus interesse e anseios, como foi o caso.



JUNTOS POR PENACOVA - Gabinete de Candidatura

  etiquetas , ,