Humberto Oliveira contra encerramentos impostos pelo governo - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

12 de junho de 2013

Humberto Oliveira contra encerramentos impostos pelo governo

O encerramento da estação dos CTT de São Pedro de Alva é, a somar a tantas outras, mais uma tentativa de ajuste de contas do Governo com o interior do País. A presença do presidente do município, Humberto Oliveira, bem como do vice-presidente, Ernesto Coelho, e do vereador Ricardo Simões, na sessão de esclarecimento realizada nesta freguesia do concelho de Penacova, teve o intuito de mostrar que o município não fraquejará e não parará de lutar contra as medidas da coligação PSD/CDS-PP, que tanto têm penalizado o concelho de Penacova.
Os prejudicados são sempre os mesmos, pela visão centralista do Governo que desrespeita as populações, deixando-as cada vez mais isoladas e sem serviços, ao mesmo tempo que as obriga a contribuições fiscais para suportar as políticas que têm conduzido a mais desemprego, à ruína das empresas e das famílias, à desestruturação social e a maior precariedade.
A luta do município contra esta política de cortes no concelho de Penacova é firme e determinada. Humberto Oliveira toma como exemplo a sua luta, e a dos seus concidadãos, contra o fecho de serviços públicos, como a que o Governo quis impor com o Tribunal, forçando a que o município se substituísse ao Governo na construção das novas instalações do Tribunal, pois este investimento, que ronda os 300 mil euros, cabia à administração central, dinheiro este que poderia e deveria ser investido em outras infraestruras no concelho.
Mas há outros exemplos, como a extensão de Saúde de São Pedro de Alva, investimento este pago pelo atual executivo, e pelo qual a ARS não paga nenhuma renda, tendo sido celebrado um contrato de comodato.
Ou a extinção de Juntas de Freguesia, afastando os serviços de proximidade das populações e criando-lhes embaraços, tanto mais nesta altura crítica que as famílias atravessam.
O presidente do município, Humberto Oliveira, garante que estará ao lado da população, para que se possam manter os serviços públicos de proximidade. E teme que reuniões de circunstância, que servem só para apresentação de cumprimentos, em nada resolvem os problemas das pessoas, pois o Governo PSD/CDS-PP está obstinado na onda de amputações de serviços às populações. Humberto Oliveira afiança que está disponível para encontrar as melhores soluções, com caráter e firmeza, que conduzam à resolução de mais este problema criado pelo Governo, a bem dos cidadãos.
Humberto Oliveira lamenta, por fim, que para além das dificuldades de gerir um município em tempo de crise e de empregar toda a energia em soluções criativas para as ultrapassar, tenha de viver constantemente com as perturbações que o Governo de coligação PSD/CDS-PP cria à Câmara e às instituições. Mas assegura que estas dificuldades reforçam a determinação e a vontade do município em estar ao lado dos penacovenses e de lutar pelos interesses de Penacova.

NI/MP

Sem comentários:

Post Top Ad