Desaparecido encontrado morto pela GNR em Penacova

O emigrante que se encontrava desaparecido desde quarta-feira, da localidade de Aveledo, na freguesia de Carvalho, foi ontem encontrado sem vida, pelas equipas da GNR, que estavam apoiadas por cães treinados para efectuar este tipo de buscas.
Segundo apurámos, o homem, de 52 anos, foi encontrado enforcado, presumindo-se que se trate de suicídio, o que poderá ser apurado pela autópsia, a realizar no Instituto nacional de Medicina Legal, em Coimbra, para onde foi ontem transportado o corpo.
O comandante dos Bombeiros Voluntários de Penacova disse ao Diário de Coimbra que a corporação foi chamada a ajudar nas buscas, mas, como esteve envolvida no combate a um incêndio em Souselas, acabou por não actuar, uma vez que o corpo já havia sido encontrado, cerca das 10h00. Alcino Manuel Cruz tinha 52 anos, era solteiro e estava emigrado no Luxemburgo, encontrando-se em Aveledo para as habituais férias de Verão.
Tinha sido visto, pela última vez, por populares, na passada quarta-feira. Dado o alerta para o seu desaparecimento, colocaram-se no terreno os meios da GNR e bombeiros, assim como populares, que ontem encontraram o homem já cadáver.

  etiquetas