INCÊNDIO EM PENACOVA - Comandante fala em “riscos” e desafia bombeiros a “reagirem” - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

13 de agosto de 2013

INCÊNDIO EM PENACOVA - Comandante fala em “riscos” e desafia bombeiros a “reagirem”

Cerca de 150 hectares de floresta ardida o incêndio, que deflagrou, ao início da tarde de domingo, no concelho de Penacova, consumiu cerca de 150 hectares de floresta. Carvoeira, Sanguinho, Riba de Cima e Ferradosa foram as localidades ameaça das pelas chamas


O prejuízo «ainda não está contabilizado», mas «nunca será pequeno». António Simões, comandante dos Voluntários de Penacova, revelou que «os dois carros já tinham uns anitos», depois de terem sido «compra dos novos»,acrescentando que«um carro destes, novo, anda na ordem dos 150 Mil euros». Os dois veículos de combate a incêndios florestais, com capacidade de armazenamento de 3.500 e 2.800 litros de água, foram consumidos, em Sanguinho, pelas chamas, que ameaçaram 10 bombeiros da corporação, «todos homens». «Ainda não foi necessário receberem assistência psicológica. Falámos com to os ele se não há problemas. É tudo gente com experiência», afirmou António Simões, que lança, desde já, um desafio aos bombeiros da corporação que comanda e a todos os soldados da paz de Portugal. «Temos de reagir, pois somos sempre os últimos a desistir e a desanimar», sublinhou. Para o comandante dos Voluntários de Penacova, «este tipo de situações são coisas que acontecem», pois o primeiro objectivo dos bombeiros «é salvaguardar pessoas e bens». Anteontem, em Sanguinho, «o fogo bateu nas casas, mas, felizmente, os cidadãos e os seus bens não tiveram problemas», antes de assinalar: «Por isso, por vezes, arriscamos mais do que o razoável, mas ninguém lá fica porque quer ou por negligência»

Jornalista João Henriques

Sem comentários:

Enviar um comentário

Leia as regras:

1 - Todos os comentários são lidos e tendencialmente moderados.
2 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
3 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.