CHUC dá apoio psicológico a vítimas de incêndios - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

3 de setembro de 2013

CHUC dá apoio psicológico a vítimas de incêndios

Centro de Prevenção e Tratamento do Trauma Psicogénico já disponibilizou serviços ao INEM, que faz o acompanhamento no local dos fogos


O Centro de Prevenção e Tratamento do Trauma Psicogénico (CPTTP) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) disponibiliza acompanhamento às vítimas dos incêndios florestais, disse ontem à agência Lusa o director de Psiquiatria da instituição. Reis Marques referiu que os bombeiros envolvidos nos incêndios florestais que têm atingido o país, assim como os seus familiares e outros diretamente envolvidos, viveram «situações stressantes» e é, por isso, «fundamental» dar «seguimento a estas pessoas».
«Viveram situações de pressão ou situações de grande vivência traumática, com níveis de ansiedade muito elevados. Podem criar componentes fóbicas e dificuldades em enfrentar novas situações. Aliado a este sofrimento surgem situações também de ordem psicossomática, ao nível do coração ou do estômago», por exemplo.
O diretor do Serviço de Psiquiatria do CHUC diz que este acompanhamento pode «demorar dois ou três meses ou até um ano», dependendo muito da «intensidade» do trauma, «do stress, da personalidade da pessoa e da sua capacidade para lidar com este tipo de situações».
O CPTTP foi criado há meio ano no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, «precisamente porque este tipo de acompanhamento não era prática em Portugal». «Este centro abarca um conjunto de competências tendente a ajudar pessoas que tiveram traumas psicológicos de qualquer natureza. Sabe-se hoje que no atendimento a uma pessoa que tenha vivenciado uma situação traumatizante é muito importante o acompanhamento», sustentou Reis Marques.
O clínico recordou que o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) faz o acompanhamento no local, mas é depois necessário acompanhar o evoluir da situação. Este centro, diz Reis Marques, oferece todas as valências no apoio psicológico.
O CHUC e o seu CPTTP já ofereceram este serviço ao Ministério da Saúde e ao INEM,que agora reencaminhará a disponibilidade da instituição de Coimbra para as vítimas dos incêndios, para os seus familiares ou outros elementos de corporações de bombeiros.
Este centro, único no país, destina-se a dar resposta efetiva e integrada a uma morbilidade não valorizada, mas de consequências dramáticas para os cidadãos sujeitos a eventos traumáticos de natureza diversa,causadores de intenso sofrimento, como desastres naturais, acidentes de viação, doenças graves, violação e abuso sexual,violência doméstica, guerra e outras situações potencialmente traumáticas provocadas por seres humanos.

75 por cento dos adultos afetados

Um estudo sobre a perturbação pós-traumática do stress revela que «cerca de 75% da população adulta portuguesa esteve exposta a pelo menos uma situação traumática» e cerca de 43% a mais do que uma situação, lembraram responsáveis do centro.
«Muitas vezes assistidas aquando do acontecimento traumático, a quebra da continuidade, ou acesso aos cuidados de saúde, torna inútil» a atuação do momento.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Leia as regras:

1 - Todos os comentários são lidos e tendencialmente moderados.
2 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
3 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.