ELEIÇÕES - António Fernandes apresenta equipa para trabalhar em prol das Freguesias de Friúmes e Paradela - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

5 de setembro de 2013

ELEIÇÕES - António Fernandes apresenta equipa para trabalhar em prol das Freguesias de Friúmes e Paradela


Nos dias 30 e 31 de Agosto, tiveram lugar as sessões de apresentação da candidatura da coligação “Juntos Por Penacova” à União das Freguesias de Friúmes e Paradela da Cortiça. No dia 30 em Paradela da Cortiça e no dia 31 em Friúmes.
Marcou presença um número muito expressivo de populares, na ordem das 250 pessoas, que quiseram mostrar apoio aos candidatos do PSD e do CDS.
Usaram da Palavra nestas sessões Manuel Cunha, candidato a vereador, Maurício Marques, candidato a Presidente da Assembleia Municipal, Mauro Carpinteiro, candidato a presidente da Câmara Municipal de Penacova e António Fernandes, candidato a Presidente da União das Freguesias.
4
Manuel Cunha destacou, na sua intervenção, que o actual executivo Municipal, liderado pelo PS, não teve qualquer estratégia de desenvolvimento para o Concelho, considerando que a Câmara é hoje uma instituição sem rumo e que por isso se sente a confiança na mudança, que as pessoas não acreditam na candidatura do PS que defraudou o voto popular de há 4 anos pelo não cumprimento das abundantes promessas então feitas. Lamentou que se esteja a insistir tentar “tapar os olhos às populações” com anúncios de obras em vésperas de eleições. Destacou que o compromisso desta candidatura é um compromisso de valores: da transparência, equidade, organização rigor e eficiência. Que deve ser cultivada uma política de proximidade, de permanente contacto dos eleitos com os eleitores. Disse não ter dúvidas que o caminho a seguir deve assentar na importância do desenvolvimento económico e social, e que que os recursos do Município tem que ser gastos em projectos estruturantes, não em medidas avulso, como tem sido visto, com ênfase apenas na promoção pessoal dos protagonistas.
A tónica deve ser no aproveitamento dos nosso património cultural e natural, procurando promover a criatividade e o empreendedorismo no aproveitamento dos recursos endógenos, como saberes e produtos tradicionais, procurando valorizar a Marca Penacova, acentuando a diferenciação pela inovação e a sua força identitária. Acentuou que devem ser criadas condições para que o Município seja um parceiro activo das empresas e dos empreendedores, mas também das associações, numa perspectiva de criação de redes para o desenvolvimento económico e social, assente nos agentes locais.
3
Maurício Marques, começou a sua intervenção por constatar a falta de investimento do actual executivo Municipal nas Freguesias de Paradela da Cortiça e Friúmes, que considerou terem sido abandonadas pela Câmara. Prosseguiu, destacando as qualidades humanas e pessoais do candidato à Câmara, considerando a sua capacidade de liderança e de mobilização de vontades, mas também a sua característica sensibilidade à equidade. Considerou que o actual mandato autárquico foi marcado pela perseguição a pessoas e instituições que não fossem do agrado do Partido Socialista, num atropelo permanente aos valores democráticos. Enfatizou que a prioridade dos últimos 4 anos foi a propaganda, denunciando o dinheiro gasta com promoção política que foi retirado à satisfação das necessidades básicas das populações, como é o caso do abastecimento de água à povoação de Miro. Denunciou também a intervenção florestal na Serra da Atalhada como sendo um mal irremediável para o Concelho. Disse não compreender como foi possível concessionar a uma empresa a plantação em massa de eucaliptos na zona, quando deveria ter sido usado aquele espaço florestal público para interromper a continuidade de povoados de eucaliptos, que como se sabe seria uma forma de valorizar a paisagem e preservar o concelho de riscos de incêndios.
7
Mauro Carpinteiro considerou que esta candidatura esta num ascendente de confiança. Que os indicadores disponíveis apontam para a mudança. Deu como exemplo o facto da coligação ter apresentado um numero record de candidatos nas suas listas, cerca de 400, um número muito superior ao das outras candidaturas, o que revela que se trata de um projecto que desperta o interesse das populações, que tem capacidade de mobilização. Reforçou que se trata de uma candidatura que assenta no valor dos candidatos, pessoas com um percurso pessoal, profissional e cívico de grande mérito. Pessoas com um perfil independente, de origem na sociedade civil, sem a marca exclusiva dos partidos políticos.
Deu conta de que os últimos 4 anos de poder de Humberto Oliveira foram bem a demonstração do que foi capaz de fazer pelo concelho, dando como exemplo o fracasso da intervenção urbana na Vila de Penacova, a má gestão do dossier do Centro Escolar de Lorvão e a intervenção incompetente na EN 235, entre a Ponte de Penacova e o Largo D. Amélia ou ainda a destruição paisagística e ambiental da Serra da Atalhada através da concessão feita para plantação de eucaliptos, bem como a falta de disponibilidade em apoiar o GDSS de Miro na continuidade e melhoria do complexo turístico da Serra da Atalhada.
Disse que preconiza uma mudança do paradigma de governação local, estabelecendo como prioridade o apoio ao desenvolvimento económico e à criação de emprego. Assegurou que os recursos serão canalizados prioritariamente para políticas locais que promovam o desenvolvimento económico, seja através de medidas ativas de apoio ao sector empresarial seja através da valorização dos produtos e recursos locais, potenciando o empreendedorismo de base local, centrado no aproveitamento económico das riquezas do concelho. Lamentando, a este respeito que o actual executivo Municipal despenda mais recursos financeiros e meios para a publicidade e propaganda do que para politicas de apoio às empresas.
Transmitiu também a proposta que tem para o apoio à terceira idade, apostando na dignificação da condição do envelhecimento através da definição de políticas, em parceria com as IPSS’s do Concelho, que promovam o envelhecimento ativo. Também na área social, em especial na área da educação, assegurou que serão canalizados recursos para a existência de mecanismos de apoio às famílias para mitigar o peso económico, nas famílias mais carenciadas, do arranque do ano escolar.
8
António Fernandes, na sua intervenção, realçou a importância do trabalho equipa, tendo enaltecido a qualidade das pessoas que o acompanham nesta candidatura, e a experiência que tem do trabalho nas diversas associações de que fez parte. Defendeu que uma autarquia deve ser gerida com rigor e transparência. Defendeu que, nestes tempos de crise, deve fazer-se um esforço pela criatividade, procurando fazer muito com menos recursos. Assegurou que, em Paradela, os serviços da Junta serão aí concretizados como até aqui, não havendo qualquer alteração nos serviços prestados pela Junta com a União de Freguesias.
Defendeu que, em conjunto com a Câmara liderada por Mauro Carpinteiro, será resolvido o problema do abastecimento de água em Miro, considerando este um investimento prioritário, que é também um compromisso do candidato à Câmara, assim como a garantia de que o dinheiro resultante da exploração florestal na Serra da Atalhada, que a Câmara PS retirou à Freguesia, voltará a ser para a freguesia, como é de justiça. Considerou que a política deve ser dignificada, devendo optar-se por não fazer promessas demagógicas ou por ataques a adversários. Entendeu que a actuação da sua equipa se deve pautar por valores éticos e de respeito.

NI/Juntos Por Penacova

Sem comentários:

Post Top Ad