EMERGÊNCIA - INEM reforça meios de emergência com mais nove ambulâncias

Novas viaturas começam a operar a partir de 1 de Outubro. Três no Norte do país, duas no Centro e quatro no Sul.
O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) vai reforçar os meios de socorro com mais nove ambulâncias, que começam a operar já na próxima terça-feira.
O anúncio será feito esta quarta-feira na apresentação pública do Plano de Reorganização e Crescimento dos Meios de Emergência Médica, na sede do INEM, em Lisboa.
O Serviço de Urgência Básica de Arouca vai passar a contar com uma ambulância de suporte imediato de vida, tripulada por um enfermeiro e um técnico, adiantou o gabinete de comunicação do INEM ao PÚBLICO. Os concelhos de Guimarães, Sacavém, Seixal, Lisboa e Coimbra vão ser reforçados, cada um, com uma ambulância de emergência médica, operada directamente pelo INEM. O instituto vai cria ainda mais três postos de emergência em corpos de bombeiros (Ponte da Barca, Alcanena e Sátão), cada um com uma ambulância de socorro.
Este reforço significa um aumento de três ambulâncias no Norte do país, duas no Centro e quatro no Sul. Esta quarta-feira serão anunciados ainda novos meios de emergência que começam a operar em 2014. Actualmente o INEM dispõe de 272 ambulâncias em postos de emergência em corporações de bombeiros e opera directamente 51 ambulâncias de emergência e 36 de suporte imediato de vida.  

Há dias, o INEM anunciou que iniciou o processo de aquisição de 75 ambulâncias de emergência médica, num investimento estimado de cerca de 4,5 milhões de euros. “Estas ambulâncias destinam-se a dar resposta à abertura dos novos meios de emergência previstos para 2014, a substituir ambulâncias do INEM que apresentem maior desgaste e a reforçar o parque de viaturas de substituição”, precisa o gabinete de comunicação da instituição.

  etiquetas , ,