DESEMPREGO - Centro regista a menor taxa de desemprego

Presidente da CCDRC satisfeito com resultados que permitem à região apresentar um valor inferior à zona Euro


O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) disse ontem que o desempenho da região no combate ao desemprego só é possível «graças ao empenho dos empresários e trabalhadores ».
A região Centro, de acordo com os dados ontem disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), continua a ser aquela que regista um menor índice de desemprego, com uma taxa de 11,2%.
«Estes dados, novamente positivos, ainda que tenham de ser lidos com prudência e não possam deixar de continuar a preocupar-nos a todos, consolidam os bons resultados alcançados em trimestres anteriores. A região Centro, além do melhor desempenho a nível nacional, possui uma taxa de desemprego inferior à zona Euro. Este desempenho só é possível graças ao empenho dos empresários e trabalhadores que diariamente contribuem para a força e resiliência da economia regional», disse Pedro Saraiva, num comunicado distribuído pela CCDRC.
O número de desempregados caiu em todas as regiões do país, à excepção dos Açores, no terceiro trimestre, e face ao trimestre anterior, com o Algarve, Madeira e Lisboa a registarem as quedas mais significativas, segundo dados do INE.
No terceiro trimestre de 2013, as taxas de desemprego mais elevadas e superiores à média nacional, de 15,6%, foram registadas  em Lisboa (17,9%) na Região Autónoma dos Açores (17,7%), na Região Autónoma da Madeira (17,3%), no Norte (16,6%) e no Alentejo (16,1%).
Os valores inferiores à média nacional foram observados no Centro (11,2%) e no Algarve (11,8%).
Em relação ao trimestre homólogo, a taxa de desemprego diminuiu em três regiões (Centro, Algarve e Madeira), aumentou noutras três regiões (Norte, Lisboa e Açores) e manteve-se no Alentejo.

  etiquetas , , ,