REGIÃO CENTRO - Residentes da região com satisfação acima da média - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

12 de novembro de 2013

REGIÃO CENTRO - Residentes da região com satisfação acima da média

Estudo realizado pela CCDRC revela que um dos principais factores de satisfação é o emprego, com Aveiro e Coimbra em destaque


Um inquérito realizado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) revela que 61% dos residentes da região Centro estão «satisfeitos » (54%) e «muito satisfeitos» (7,1%), um valor que supera a média obtida pelo Eurobarómetro para Portugal.

É na região de Aveiro e de Coimbra que se verificam percentagens mais elevadas de satisfação, com 67,1% e 66,7%, respectivamente, em contrapartida com as Beiras e Serra da Estrela, que apesar dos 53,2% de satisfação apresentam valores de insatisfação de 46,8%, o mais elevado de toda a zona Centro.

Os resultados fazem parte do inquérito desenvolvido pela CCDRC, que contempla 25 indicadores,
sendo um deles o grau de satisfação dos residentes. Segundo informação da comissão de coordenação, foram realizados mais de 500 inquéritos, no passado mês de Setembro, que vêm revelar que, comparando com os últimos resultados do Eurobarómetro (Maio de 2013), «os residentes na região Centro estão menos satisfeitos do que a média dos cidadãos europeus,
mas muito mais satisfeitos do que a média dos cidadãos portugueses ».

E a questão do emprego parece determinante. Segundo os valores, ontem divulgados, 17,8% dos inquiridos destacam o facto de ter emprego, com as questões da saúde a surgirem em segundo lugar (14,5%), seguindo-se a qualidade de vida (11,85), vida familiar (10,8%) e estabilidade financeira (5,6%). Entre os globalmente insatisfeitos, o primeiro factor é o desemprego (26,1%), mas também a remuneração e reforma baixa (18,45), a crise e as políticas do Governo (11.3%), problemas de saúde (10,6%) e problemas financeiros (4,8%).

Não é, por isso, de admirar que na análise ao tipo de ocupação, os níveis de satisfação mais baixos (34%) correspondam a desempregados e os mais elevados (94%) aos estudantes. Na análise às idades, os mais satisfeitos são os jovens entre os 15 e 24 anos, com 83%, encontrando-se a faixa etária entre os 45 e 54 entre os mais insatisfeitos, correspondentes a 54,9%.

No patamar das qualificações literárias, o estudo indica que o valor mais reduzido de satisfação se verifica em situações de analfabtismo (44%) e o mais alto (77%) entre quem possui mestrado e doutoramento.

Numa análise aos resultados, o presidente da CCDRC salienta que fica demonstrado que esta região é «uma das mais risilientes de Portugal» e «onde os embates da crise foram, apesar de tudo, menos intensos, face à média nacional». Pedro Saraiva lembra que as taxas de desemprego e de desemprego jovem «são as menores de entre todas as sete regiões do país», acrescentando que nesta zona encontram-se «alguns dos melhores espaços para viver em Portugal », conforme revelam alguns estudos.

CCDR Centro e Norte apresentam hoje propostas para infra-estruturas com AEP e CEC

As Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte e do Centro e associações empresariais regionais apresentam hoje as propostas que tencionam levar ao Governo sobre futuros investimentos em infraestruturas, feitas a pensar no novo ciclo de fundos comunitários para 2014/2020.

É um momento inédito que irá juntar, no Porto, a CCDR Norte, CCDR Centro, a Associação Empresarial de Portugal e o Conselho Empresarial do Cento para divulgarem em conjunto as propostas para os investimentos na rede logística e de transportes nacional, disseram à Lusa fontes das comissões de coordenação

Sem comentários:

Post Top Ad