IP3 - autarcas querem tirar a intervenção do papel - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

4 de fevereiro de 2014

IP3 - autarcas querem tirar a intervenção do papel

Autarcas e deputados do PS eleitos pelos círculos de Viseu e Coimbra exigiram ontem ao Governo que “arranque do papel” a  intervenção no IP3.


“Está a haver um atraso incompreensível no lançamento de obras que estão estudadas há vários anos. Faça-se. É urgente”, apelou  Manuel Machado, após uma reunião que decorreu, em Coimbra, entre responsáveis políticos de ambos os  distritos.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, o IP3 “é uma via estruturante do território, sendo por isso “uma necessidade imperiosa e urgente”. Ainda assim, recusou comentar se seria preferível a  criação de uma nova via ou a  requalificação da existente.

“Estudos já há que chegue.  É só escolher a solução que  for melhor e a que for a mais  económica e socialmente útil. Tem havido muitas delongas”, criticou o também presidente da ANMP
.
Projeto prioritário

Também José Junqueiro, deputado do PS eleito pelo círculo de Viseu, disse ser fundamental” tirar o projeto do papel e “colocá-lo na estrada como uma via que conduza à competitividade, evite a sinistralidade e que dê novas oportunidades aos concelhos”.

Como tal, o Governo foi questionado, pelos deputados socialistas Acácio Pinto, José Junqueiro, Mário Ruivo, Rui Duarte, Elza Pais e João Portugal, sobre “qual é o cronograma concreto, que o governo tem para a execução da ligação entre Coimbra e Viseu”.

“O que nós estamos aqui a dizer ao Governo é que não colaboramos em nenhum calendário eleitoral. Estamos aqui unidos para que a estrada se faça”, afirmou o deputado. Recorde-se que o troço faz parte das rodovias da llista de 30 projetos prioritários para o investimento em obras públicas, definido pelo grupo de trabalho para as infraestruturas de elevado valor acrescentado no relatório entregue ao Governo, a 27 de janeiro.

Primeira de várias reuniões

Durante a reunião de ontem foram analisadas outras vias de comunicação dos dois distritos. “Há diversos troços que têm sido anunciados há muitos anos, que não estão executados e que urge concluir, seja o IC6, o IC7 e outros”, notou Machado. O IP3 foi o tema central do encontro de ontem, o primeiro de outros que vão ocorrer no futuro.

Jornalista - Patrícia Cruz Almeida

Sem comentários:

Post Top Ad