SAÚDE - Alimentação no 1º ano de vida - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

28 de março de 2014

SAÚDE - Alimentação no 1º ano de vida

  

Leite Materno: aconselhado em exclusividade até aos 6 meses de idade, podendo ser mantido até aos 2 anos. Se aleitamento materno exclusivo, não é necessária a oferta de água até aos 6 meses de idade. A mulher que amamenta deve manter uma alimentação variada e equilibrada.

Puré de legumes: aos 6 meses, ou a partir dos 4 meses se necessário (se não faz aleitamento materno exclusivo); utilizar como base a batata, a cebola, o alho francês, a abóbora, a cenoura, o alho, a alface, couve branca, brócolos, courgette (máximo 4 a 5 legumes) e progressivamente introduzir outros legumes (um de cada vez). A beterraba, o aipo, a nabiça e o espinafre só após os 12 meses. Iniciar com uma dose diária. No final da confeção adicional 1 colher de chá de azeite por dose. Não adicional sal!

Papa de cereais: aos 6 meses, ou a partir dos 4 meses se necessário (se não faz aleitamento materno exclusivo); lácteas – preparadas com água; não lácteas – preparadas com o leite que o bebé habitualmente bebe. Uma dose diária. Sem glúten até aos 6 meses. A partir dos 6 meses com glúten. Não adicionar açúcar!

Fruta: a partir dos 6 meses. Iniciar com fruta fresca – maçã, pêra (cozida, assada ou em vapor), banana (triturada em papa). Variar os frutos, preferindo os da época. O morango, a amora, o maracujá e o kiwi só após os 12 meses. Oferecer um fruto de cada vez e não puré de frutas. Não adicionar açúcar ou mel!

Carne: a partir dos 6 meses. Começar com frango, perú ou coelho, triturado no puré de legumes. Iniciar com 10g, aumentando gradualmente até 30g (=1 colher sopa/dia). Após os 12 meses podem ser introduzidos os outros tipos de carne. Não adicionar sal!

Peixe: a partir dos 6 meses. Começar com pescada ou linguado, solha ou faneca, triturada no puré de legumes. Iniciar com 10g, aumentando gradualmente até 30g (=1 colher sopa/dia). O salmão só após os 10-12 meses. Não adicionar sal!
A partir dos 7 meses iniciar 2 refeições de puré de legumes por dia. A dose diária de 30g de carne ou de peixe pode ser oferecida numa única refeição (almoço), ou repartida pelas duas refeições (almoço e jantar). São aconselhadas 4 refeições de carne e 3 refeições de peixe, por semana. A partir dos 7 meses a carne ou peixe podem ser preparados com açorda; aos 8 meses com arroz ou massa, sempre acompanhados de legumes.

Pão: a partir dos 7 meses pode ser oferecido como açorda, com carne ou peixe. Após os 8 meses oferecer pão em pequenas quantidades para treino da mastigação.

Arroz e massas: a partir dos 8 meses. Com legumes, como acompanhamento de carne ou peixe finamente cortados. Não adicionar sal!

Gema de ovo: a partir dos 9 meses, de forma gradual. Começar com meia gema cozida numa refeição, por semana, durante 2 a 3 semanas, passando depois a 1 gema por refeição por semana nas 2 a 3 semanas seguintes. Não consumir mais do que 1 gema por refeição e não mais que 2 a 3 gemas por semana. A utilização de uma gema substitui a carne ou o peixe nessa refeição. A clara de ovo só a partir dos 11 meses. Não adicionar sal!

Iogurte: a partir dos 9 meses. Iogurte natural (sem aromas), sem açúcar e sem mel. Pode ser adicionado a fruta fresca. É uma alternativa como lanche.

Leguminosas: a partir dos 9 meses. Iniciar com feijão frade, feijão branco ou preto, ervilhas, favas, lentilhas ou grão. Demolhar bem antes de cozer, inicialmente sem casca e em pequenas porções.

Água: se aleitamento materno exclusivo, não é necessária a oferta de água até aos 6 meses. Dos 6 aos 12 meses oferecer pequenas porções de água várias vezes ao longo do dia.

Leite de vaca: só a partir dos 12 meses. Meio gordo ou gordo dos 12 aos 24 meses; a partir dos 2 anos leite meio gordo. O leite e derivados (iogurte, queijo) não devem ultrapassar os 500ml/dia.

Dieta da Família: recomenda-se uma dieta saudável – variada e equilibrada, a toda a família. Evitar os doces, fritos e refrigerantes! Atenção ao sal!

Drª. Ana China - Médica Interna de Medicina Geral e Familiar no Centro de Saúde de Penacova, colabora com o Penacova Actual na rúbrica sobre Saúde 

Sem comentários:

Post Top Ad