JUSTIÇA - Tribunal construído e pago pela câmara é inaugurado sábado

As novas instalações do Tribunal Judicial da Comarca de Penacova serão inauguradas no próximo sábado, dia 26, às 11H00, contando com a presença do presidente da Associação Nacional dos Municípios, Manuel Machado.




O município dirigiu à senhora Ministra da Justiça o convite para presidir à cerimónia, contudo, esta não estará presente. Desde o final do verão passado que o município de Penacova tem concluídas as instalações do novo Tribunal tendo, depois disso, encetado os procedimentos para aquisição dos equipamentos necessários, que foram também assegurados pelo município. De tal forma que o tribunal já se encontra a funcionar no novo edifício que será agora formalmente inaugurado com cerimónia pública.

Requalificar escola vazia

A opção de Humberto Oliveira, presidente do município, foi a de requalificar e ampliar o bloco nascente da emblemática escola Maria Máxima, no Largo Dona Amélia, aproveitando o antigo edifício municipal inativo, dotando-o das melhores e mais adequadas condições funcionais para este serviço. Assim recuperou-se um edifício vazio, fazendo nascer nele uma nova funcionalidade.

Desde que se tornou conhecida a intenção de o Governo encerrar o tribunal de Penacova, que Humberto Oliveira tem sustentado que “o tribunal é um símbolo da soberania e da autoridade do Estado,  da justiça e da paz social. Eliminá-lo de um território é um perigoso retrocesso civilizacional e uma arriscada limitação no acesso à Justiça”.

Investimento da autarquia

Assim, a inauguração do novo Tribunal Judicial da Comarca de Penacova reflete o empenho de Humberto Oliveira em manter o tribunal em Penacova, investindo nas mais adequadas condições à infraestrutura.
Como afirmou Humberto Oliveira, “sempre falei a verdade aos penacovenses e, em mais este caso, dei-lhes a minha palavra de que o tribunal se manteria no concelho”. Afirmou ainda que “as pessoas sabem que sou combativo e um homem de palavra 

  etiquetas ,