FEIRA DE TRADIÇÕES - Tecido associativo unido para dar vida às tradições de Lorvão - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1 de maio de 2014

FEIRA DE TRADIÇÕES - Tecido associativo unido para dar vida às tradições de Lorvão

Feira das Tradições realiza-se de hoje a domingo, no Jardim do Mosteiro de Lorvão, mostrando as artes e tradições da freguesia


Une-se o movimento associativo de Lorvão e a Junta local para um evento que pretende dar a conhecer as tradições da freguesia e que tem a particularidade de aliar a esta componente um evento bem maior: a inauguração do orgão histórico do Mosteiro de Lorvão. Estão, assim, reunidas as condições para a Feira das Tradições, que decorre de hoje a domingo, em Lorvão, Penacova. Um evento que, tendo um antecessor, se pretende afirmar como a primeira edição com uma nova «essência».

As expectativas estão altas. «O feed-back que temos tido faz-nos prever muitos visitantes, uma coisa fora do normal», diz Rui Batista, presidente da Junta de Lorvão, que atribui a procura que a Feira das Tradições deverá ter à inauguração do órgão de tubos, que levará a Lorvão muitos visitantes.

Mas a Feira das Tradições pretende ser, sobretudo, um encontro do tecido associativo, envolvendo toda a freguesia. Está prevista a presença de oito associações às quais cabe a recriação, em determinados momentos, das tradições da freguesia. E aqui entra, sem dúvida, destaca Rui Batista, a recriação das artes tradicionais de fabrico do palito, a principal da freguesia, mas também as artes da cestaria, o trabalho em pedra, o fabrico da broa tradicional e da doçaria conventual, entre outras. Serão igualmente, explica, «apresentados quadros da tradição popular da vida da freguesia de há 50 anos», em que entram «as tradições religiosas, a convivência nas mercearias e tasquinhas e os serões a fazer palitos».

A Feira das Tradições tem abertura agendada para as 16h00 de hoje e prolonga-se até às 18h00 de domingo. Entre as muitas actividades previstas, destaque para a realização de quadros populares pelos ranchos da freguesia, animação musical à moda antiga, o concerto de inauguração do órgão histórico (amanhã às 21h00) e a primeira missa festiva acompanhada pelo órgão (domingo, às 10h00). Não faltam as tasquinhas com alguma gastronomia da região.