NELSON CORREIA BORGES - homenageado no 25º aniversário do Grupo Etnográfico de Lorvão



No decorrer da comemoração do 25º aniversário do Grupo Etnográfico de Lorvão foi homenageado o Professor Nelson Correia Borges, considerado um dos maiores, senão o maior, historiador de arte com conhecimento sobre o Mosteiro de Lorvão, com uma vasta obra publicada, e principal mentor do Grupo Etnográfico. Nelson Correia Borges é ainda Presidente da Associação Pró defesa do Mosteiro de Lorvão. O município de Penacova, associando-se ao evento, realçou a justiça nesta homenagem. Marcaram ainda presença várias entidades e individualidades, entre eles o presidentes da junta de Lorvão , Rui Batista, o presidente do Município, Humberto Oliveira, bem como a vereadora da Cultura, Fernanda Veiga.
  
Fernanda Veiga sublinhou o reconhecimento do município pelo percurso do Grupo Etnográfico de Lorvão, exortando os presentes para a recolha e preservação do património imaterial, uma vez que o município de Penacova tem já em marcha um projeto designado “Memorias de Penacova”, "onde faz todo o sentido integrar e valorizar o importante espólio imaterial presente na comunidade, divulgando-o, tornando-o público e acessível ao conhecimento de todos os interessados". Recentemente, o município distinguiu o professor de História da Arte, especialista na área de "Arte Monástica em Lorvão", dando o seu nome a uma sala da biblioteca, a "sala Nelson Correia Borges".





Durante a homenagem a Nelson Correia Borges, que decorreu no Mosteiro de Lorvão, Humberto Oliveira, presidente do município de Penacova, elogiou "o trabalho deste proeminente académico e investigador, amante das singularidades tradicionais, uma autoridade em História da Arte", com destaque para o seu trabalho sobre o Mosteiro, desafiando-o a "continuar a trabalhar como até aqui, de forma tão apaixonada, ajudando a que este património nunca fique esquecido".

Nelson Correia Borges natural de Lorvão. Docente do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Fundador de três associações de defesa do património: Grupo de Arqueologia e Arte do Centro, a Associação Pró-Defesa do Mosteiro de Lorvão e o Grupo Folclórico de Coimbra.
A sua pesquisa atual centra-se em três áreas contíguas e complementares: arte monástica, com especial incidência na arquitetura, em leitura formalista, simbólica, espiritual e antropológica. Nesta área se situa principalmente a arte e história da Ordem de Cister, tendo como ponto de partida o Mosteiro de Lorvão; arte do Rococó em Portugal, com vista a uma caracterização e visão autónoma do período; a arte da talha em Coimbra e sua expansão, particularmente na época rococó.
De entre os trabalhos publicados podem-se destacar alguns sobre Lorvão: O Mosteiro de Lorvão (1977); Monumentos de interesse histórico e turístico do Concelho de Penacova (1980); Coimbra e Região (1987); A Senhora da Boa Morte em Lorvão (1990); Arte monástica em Lorvão, sombras e realidade – Das origens a 1737 (2002). Fundador da Associação Pró-Defesa do Mosteiro de Lorvão, destaca-se pelo seu pessoal empenho na preservação do Mosteiro e do seu património, bem como pela defesa do seu espólio. Como recompensa pelo estudo do património do concelho de Penacova recebeu em 1993 a Medalha de Mérito Cultural do Município de Penacova.
NI/MP

  etiquetas ,