BENFICA - Inaugurada nova Casa em Penacova

O passado domingo, dia 27, foi de festa para os benfiquistas penacovenses, com a inauguração da nova Casa do Benfica, em Penacova, em instalações alugadas à Câmara Municipal, paredes-meias com o Parque de Estacionamento


A festa decorreu de uma forma saudável, clubística, tendo a comungar da mesma alguns sportinguistas e outros clubes, que é sempre digno de realce. Airosa, com espaço mais amplo em relação à antiga, a nova Casa tem a particularidade de ficar instalada em local magnífico, digno de um clube como o Benfica.
Mesmo com os resultados negativos que os profissionais encarnados da bola têm feito em pré-temporada, os adeptos e sócios disseram presente, em redor de um porco de churrasco, servido no espaço superior à sede. Notou-se também a presença do presidente da Câmara, Humberto Oliveira, esposa e filha, que entretanto tiveram de se ausentar para outro lugar festivo.

Momentos menos bons têm que ser ultrapassados

O presidente da assembleia-geral, Pedro Silva Dinis, afirmou que a Casa do Benfica tem passado por alguns sobressaltos e, por isso, esta inauguração será uma forma de unir os benfiquistas penacovenses, tanto mais tendo à frente da direcção um novo rosto, que deu encorajamento e foi capaz de continuar com o barco, conseguindo resolver alguns problemas que estavam pendentes e um deles foi precisamente a fruição de uma nova sede. Deixou agradecimentos a todos que personalizaram este projecto, pedindo à Câmara a cedência do espaço e ao proprietário da antiga sede deixou também o seu reconhecimento pelas facilidades que concedeu.

 «Ainda falta muito trabalho para fazer da Casa do Benfica em Penacova a melhor da Beira Litoral e quem sabe, um dia, do país»…


Foram as palavras iniciais do presidente da direcção, Vasco Morais, que aproveitou para agradecer a todos que deram corpo à Casa, e a ela se dedicaram, pois sempre acreditou que tenham feito sempre o melhor por ela, «tentando sempre dar grandeza ao clube que representamos o nosso Benfica». Agradecendo a todos que têm feito da Casa um espaço de união clubística, falou o presidente de, embora passando a Casa «por um mau momento em termos financeiros», mas tendo colocado como prioridade número um o equilíbrio financeiro, Vasco Morais está certo que os benfiquistas do concelho de Penacova saberão responder afirmativamente», pois, como afirmou, «só o controlo financeiro da Casa conseguiremos estabilidade para continuar a defender o nosso glorioso e a ter condições para que os sócios e simpatizantes possam festejar as vitórias do clube do coração num local agradável e que também é nosso». Disse que nesta inauguração não havia placas a descerrar, tendo esperança que em breve possa descerrar-se uma, aproveitando a presença do presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira.

Finalizou o presidente, deixando agradecimentos a todos os ami­gos que colaboraram nesta festa, festa que, digamos, decorreu de uma forma viva e com muita vontade de tirar a Casa do Benfica em Penacova da situação em que se encontra, tendo-se inscrito no momento alguns sócios.
Duas placas se encontram afixadas na parede, que têm inscrição de reconhecimento a Pedro Carvalho Araújo, pela oferta de um LCD; e a António Silva, pela oferta de uma TV plasma


Os corpos sociais são os seguintes elementos que fazem parte dos órgãos sociais:

Assembleia-Geral – Presidente, Pedro Miguel Fernando da Silva Dinis; vice-presidente, Pedro João Soares Assunção; secretário, António Almeida Soares.
Direcção – Presidente, Vasco Tiago Morais Santos; vice-presidente administrativo, Eduardo António Soares Assunção; directores-financeiros: Luís Miguel Ferreira Duarte e Maria Alice de Jesus Pimentel; directores administrativos: Marco Paulo Neves Canelas e António Ferreira Flórido Simões; directores de instalações e equipamentos: José Manuel Batista Pereira, Vítor Manuel Rodrigues Rosa, Artur Nogueira Antunes, Silvino Manuel Rodrigues Costa e Filipe Miguel Gomes Craveiro; directores de actividades culturais: António Jorge Martins Ralha, Fernando Manuel Conceição Gaudêncio, Henrique José da Silva Gomes e Eduardo Almeida Cruz; directores de actividades sociais e desportivas: José António Soares Ribeiro, Armando Rodrigues da Silva, Arsénio Almeida Fonseca e Alda Celeste Frias Morgado Santos.
Conselho Fiscal – Presidente, Ricardo João Esteves Ferreira Simões; vice-presidente, António Almeida Fonseca; secretário, Pedro Tiago Figueiredo Alpoim; relatores: Aires Manuel Alves Seco e Fernando Manuel Almeida Batista Engenheiro.

  etiquetas ,