FISCALIZAÇÃO - Condutor apanhado no IP3 com 3,45g de álcool no sangue - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

18 de novembro de 2014

FISCALIZAÇÃO - Condutor apanhado no IP3 com 3,45g de álcool no sangue




Foi uma das várias operações stop efectuadas pelo Destacamento de Trânsito da GNR de Coimbra no fim-de-semana, desenvolvida no IP3, com um condutor a apresentar 3,45 gramas de álcool por litro de sangue. Uma taxa de alcoolemia particularmente significativa, detectada na madrugada de sábado para domingo, a um condutor residente na zona de Carregal do Sal (Viseu).

Segundo foi possível apurar junto de fonte do Comando da GNR de Coimbra, o homem foi notificado para se apresentar, ontem de manhã, no Tribunal Judicial de Coimbra, mas faltou “à chamada”, sendo julgado à revelia. Este foi um dos casos de maior relevância do balanço da actividade efectuado pelo Comando Territorial de Coimbra, que procedeu, entre os dias 10 e 16, à detenção de 14 indivíduos, 10 dos quais por condução sob o efeito do álcool, com taxas de alcoolemia superiores a 1,19. Foi ainda detido um condutor sem habilitação legal e outro por conduzir tendo a carta apreendida.

No total, neste período, foram detectados, em toda a região, 91 acidentes de viação, dos quais resultaram 27 feridos ligeiros, um grave e uma vítima mortal, um jovem de 18 anos, da zona de Oliveira do Hospital, vítima de acidente de moto.

A GNR procedeu, ainda, à detenção de dois indivíduos, por tentativa de furto no interior das instalações de uma empresa desactivada. Aconteceu no dia 13, no concelho de Montemor- o-Velho. Os detidos, de 35 e 40 anos, residentes no concelho da Figueira da Foz, foram, posteriormente, libertados e notificados para comparecer nos serviços do Ministério Público, na Instância Local de Montemor-o-Velho.

Durante este período, de acordo com o balanço do Comando Territorial de Coimbra da GNR, os militares elaboram, em toda a região, um total de 346 autos de contra-ordenação, 339 dos quais referentes a infracções à legislação rodoviária, cinco à legislação que protege o ambiente e a natureza e dois por infracção à legislação policial.

Post Top Ad