BIBLIOTECA MUNICIPAL - Histórias e Informática unem população escolar e sénior de Penacova - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

22 de janeiro de 2015

BIBLIOTECA MUNICIPAL - Histórias e Informática unem população escolar e sénior de Penacova

Município de Penacova leva informática à população sénior


São já cerca de 20 os inscritos na iniciativa Informática Sénior, promovida pela Biblioteca Municipal de Penacova. As ações de formação decorrem todas as quartas-feiras durante a manhã. Nestas sessões, os seniores desenvolvem diversas competências na área da informática, o que lhes permite efetuar atividades que de outro modo lhes estariam vedadas. Adquirem conhecimento sobre como criar contas de correio eletrónico, enviar e receber emails, efetuar pesquisas na internet, criar e modificar documentos do Word, bem como criar e organizar pastas no computador.

Estas ações têm como objetivo estimular a utilização de ferramentas que permitam um fácil acesso à informação, assim como promover o seu bem-estar, reforçando relações interpessoais e sociais, contribuindo para uma mudança de atitude face ao processo de envelhecimento e à importância do papel dos seniores na sociedade.

Histórias de "desmatemática" na Biblioteca de Penacova


Histórias e atividades de matemática reuniram 66 crianças, do 1º ao 4º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico de S. Pedro d’Alva, na Biblioteca Municipal de Penacova. Retirado da obra “Pequeno livro da desmatemática”, de Manuel António Pina e ilustração de Pedro Proença, o poema "História de uma conta de somar" foi dramatizado e apresentado às crianças pela equipa da Biblioteca. O trecho inspira-se na história de uma conta de somar que numa noite decidiu contar as estrelas, mas deparando-se com uma estrela cadente que desaparece tão rapidamente como aparece, fica num grande dilema: contar ou não contar a dita estrela.

Como havia referido o autor, “este pequeno livro está cheio de jogos com palavras e com alguns conceitos simples da matemática. Este livro é um livro de "desmatemática" porque, aqui, os personagens da matemática, os números, os sinais, as contas, são tratados como gente, têm sentimentos, sonhos. Até fraquezas e defeitos”. No final da história, as crianças foram desafiadas a resolver algumas atividades inspiradas na obra.