PENACOVENSES ILUSTRES - António Lopes nomeado para a categoria “Sommelier do Ano” - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Post Top Ad

PUB

30 de janeiro de 2015

PENACOVENSES ILUSTRES - António Lopes nomeado para a categoria “Sommelier do Ano”


Tem 27 anos e, embora seja natural de uma terra conhecida pela qualidade da água (Penacova), é no mundo dos vinhos que tem feito carreira. De tal modo que António Lopes, responsável pela seleção vínica do Conrad Algarve, é um dos nomeados para a categoria “Sommelier do Ano” dos prémios “Melhores do Ano 2014”, pela revista WINE - A Essência do Vinho.

O percurso do sommelier (ou escanção) começou bem cedo: aos 16 anos foi estudar para a Escola de Turismo e Hotelaria de Coimbra, onde concluiu o curso de bar e restaurante. “Mais tarde, depois de alguma experiência em Portugal e no mundo, voltei a Coimbra para tirar uma especialização de sommelier”. No entanto, refere, já era sommelier na Escócia onde tinha tirado alguns cursos.

Apesar de ter apenas 27 anos, já conta com uma vasta experiência profissional: 11 hotéis e alguns restaurantes, incluindo o The Gleneagles (Escócia), o Vila Vita (Algarve), o Foz Velha e o ou extinto Buhle (ambos no Porto). Em 2012 iniciou o seu percurso no Conrad Algarve. “Comecei quase do zero, a alinhavar a lista de vinhos que detenho e assino no hotel (mais especificamente no Gusto by Henz Beck) e que já conta com 400 referências.

Comecei com 180 vinhos. Penso que foi um bom crescimento”, afirma. As escolhas devem ser criteriosas, os preços admissíveis, as sugestões têm que estar na ponta da língua, os copos imaculados...

Entretanto, António Lopes tem também sido convidado a participar no projeto Taste Portugal in London, a decorrer até março em alguns dos principais restaurantes londrinos. A iniciativa conta com a participação dos melhores chefs e sommeliers, que divulgam e promovem a gastronomia portuguesa junto de ‘opinion leaders’.

“É um projeto para o qual tenho sido convidado e do qual me orgulho muito, pois permite- me trabalhar com os melhores chefs e sommeliers. É um programa que me tem feito crescer”, afirma.

Para um jovem que nem sequer apreciava vinho, António Lopes tem feito um percurso notável nas harmonizações de vinhos e comidas.

“Fiquei deveras surpreso e ao mesmo tempo feliz com a nomeação. Ser nomeado para uma revista com o poder que a Wine tem no negócio dos vinhos é um prestígio e só tenho que agradecer”.

Além de António Lopes, estão nomeados, para a mesma categoria, Carlos Simões (sommelier no Dinner, em Londres), Nuno Oliveira (Belcanto, em Lisboa) e Sérgio Cambas (restaurante Paparico, no Porto).

Os vencedores serão conhecidos numa cerimónia que se realiza hoje, no espaço o BH Foz, Porto.