REGIÃO CENTRO - Acordo de Parceria para o Desenvolvimento Rural




Apesar do entusiasmo com que foi anunciado, o processo de transição para o novo período de programação de fundos comunitários está a colocar em risco o trabalho de desenvolvimento rural que tem sido realizado com sucesso pelas Associações de Desenvolvimento Local (ADL), e que só no último período de programação resultou na criação de 2700 empregos na Região Centro, mobilizando o investimento de 264 milhões de euros nas zonas rurais.

Atendendo à importância de dar continuidade aos processos de desenvolvimento em curso, as 19 ADL da Região Centro que gerem o LEADER estão a preparar a assinatura de um acordo de parceria entre elas, organizando-se regionalmente na defesa de um modelo de intervenção que tem dados excelentes resultados.

De acordo com Regina Lopes, Presidente da Minha Terra – Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local, «a assinatura deste acordo visa também evitar os riscos de atrasos no apoio aos projetos nos territórios rurais numa fase tão crítica para o país». Pretende ainda, acrescenta, «contribuir para minimizar os impactos negativos do atraso do concurso para a apresentação de estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária, que podem colocar em causa dinâmicas em curso e a continuidade do trabalho destas associações com experiência consolidada na gestão de fundos para o desenvolvimento rural (designadamente, o LEADER), perdendo-se o património de experiência e implantação no terreno que em muitos casos levou 20 anos a construir».

O acordo de parceria regional prevê a criação de uma Comissão Regional de Acompanhamento que funcione como Observatório de Desenvolvimento Local da Região Centro, juntando as Associações de Desenvolvimento Local, as Autoridades de Gestão dos fundos nacionais e do Centro 2020, as Comunidades Intermunicipais e os principais parceiros estratégicos da região.

O acordo de parceria das ADL da Região Centro será formalizado nos próximos dias, estando as ADL das restantes regiões do país a ultimar a preparação das suas ações concertadas.

A Federação Minha Terra é uma entidade privada de interesse público sem fins lucrativos, que agrega e representa 53 Associações de Desenvolvimento Local de todo o país, que gerem o LEADER de forma descentralizada, e dinamiza uma plataforma de cooperação alargada, no domínio das intervenções promotoras de um desenvolvimento integrado, conducente à melhoria de qualidade de vida no espaço rural português.


ADL da Região Centro
ADAEAssociação de Desenvolvimento da Alta Estremadura
ADD- Associação de Desenvolvimento do Dão
ADDLAP- Associação de Desenvolvimento do Dão, Lafões e Alto Paiva
AD ELO- Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego
ADERES- Associação de Desenvolvimento Rural Estrela-Sul
ADIBER- Associação de Desenvolvimento Integrado da Beira Serra
ADICES– Associação de Desenvolvimento Local
ADIRN- Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte
ADRACES- Associação para o Desenvolvimento da Raia Centro-Sul
ADRIMAG- Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Serras do Montemuro Arada e Gralheira
ADRUSE- Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela
DUECEIRA- Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça
LEADER OESTE- Associação para o Desenvolvimento e Promoção Rural do Oeste
PINHAL MAIOR- Associação de Desenvolvimento do Pinhal Interior Sul
PRÓ RAIA- Associação de Desenvolvimento Integrado da Raia Centro Norte
RAIA HISTÓRICA- Associação de Desenvolvimento do Nordeste da Beira
RUDE- Associação de Desenvolvimento Rural
TAGUS- Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior
TERRAS DE SICÓ- Associação de Desenvolvimento

  etiquetas , ,