ASSOCIATIVISMO - Rota da Farinha e do Pão, marca novo rumo da Casa do Povo de Penacova - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

20 de maio de 2015

ASSOCIATIVISMO - Rota da Farinha e do Pão, marca novo rumo da Casa do Povo de Penacova


A Casa do Povo de Penacova em parceria com a Associação de Melhoramentos e Agricultores do Lugar de Gavinhos, organizou no passado domingo, dia 17 de Maio, a primeira caminhada intitulada “Rota da Farinha e do Pão”.

Esta iniciativa teve como principal objetivo promover e divulgar alguns aspetos culturais e ambientais do Concelho de Penacova, potencializando assim as valências que existem na nossa terra como, por exemplo, os moinhos.

Neste sentido, para além de terem caminhado cerca de 13 km, os participantes tiveram oportunidade de visitar vários pontos de interesse e ficarem a saber um pouco mais sobre aquilo que a nossa terra tem para oferecer.

A “Rota da Farinha e do Pão”, teve início pelas 8:30h na Serra dos Moinhos de Gavinhos, onde se começou por visitar o Moinho do “Ti” Lino, moleiro do concelho, que explicou e exemplificou a todos os presentes como se coloca um moinho de vento a trabalhar e como se faz a moagem do cereal.

De seguida, ainda na Serra dos Moinhos de Gavinhos, no Bar dos Rebeldes, assistiu-se ao processo de amassadura do pão, apresentado pela nossa amiga Celeste.

Prontos a dar início à caminhada, os participantes seguiam em direção ao Ribeiro de Gavinhos, passando em Sernelha e descendo a Serra do Viso até chegar a Lorvão.

À chegada a Lorvão, encontrava-se à nossa espera o Sr. Luís, que levou o grupo até ao Forno Comunitário, explicando o uso do mesmo.

Após a passagem pela parte detrás do Mosteiro de Lorvão, fez-se uma paragem na Pastelaria “O Mosteiro”, para todos ficarem a conhecer um pouco mais da Doçaria Conventual de Penacova.

As explicações do Sr. Nuno Esperança foram muito interessantes, e agradece-se, desde, já a prova de degustação que foi oferecida pela pastelaria “O Mosteiro” a todos os presentes.

A história do Mosteiro de Lorvão também não ficou para trás, não estivéssemos nós junto a este belo Mosteiro. E como tal, não pode faltar a explicação do Sr. José Pisco que muito bem nos deu a conhecer o Mosteiro de Lorvão e a sua história.

Já em cima da hora do almoço, seguiu-se até ao Pisão, local encantador com uma forte natureza envolvente.

O nosso bem-haja ao Sr. Alípio Marques e ao Sr. Rui Marques, que nos acompanharam até ao seu Lagar de Azeite, e nos mostraram e explicaram a funcionalidade do mesmo.

O almoço teve lugar neste belo recanto, e muito bem soube a sopa à lavrador, acompanhada de carne cozida com enchidos e claro a broa da padeira ainda quente.

E como os Moinhos de Gavinhos ainda se encontravam longe, os participantes lá puseram pés a caminho e com temperaturas um tanto elevadas, não estivesse um dia magnífico de sol, lá subiram até chegar novamente à Serra dos Moinhos de Gavinhos.

Aqui se deu por terminada esta caminhada, com um belo lanche tradicional, certos de que esta iniciativa será sem dúvida a primeira de muitas.


A Casa do Povo de Penacova deixa um agradecimento especial a todos os cerca de sessenta participantes que acompanharam esta caminhada, à Associação de Melhoramentos e Agricultores do Lugar de Gavinhos por todo o trabalho desenvolvido em parceria e pela cedência do espaço “Bar dos Rebeldes”, à Junta de Freguesia de Figueira de Lorvão, ao Minipreço da Espinheira, e não menos importante, pois sem eles esta iniciativa não teria tido o mesmo sucesso: à nossa “padeira” Maria Celeste, às nossas cozinheiras Mena, Celeste e Dulcelina, ao moleiro “Ti” Lino, ao Sr. Luis de Lorvão, ao Sr. Nuno Esperança da Pastelaria “O Mosteiro”, ao Sr. José Pisco pela explicação acerca do Mosteiro de Lorvão e também à origem e evolução da doçaria conventual Lorvanense até aos dias de hoje, ao Sr. Alípio Marques e Sr. Rui Marques pela visita ao Lagar de Azeite do Pisão e pela cedência do espaço para almoço, e ainda, a todos os voluntários que acompanharam este dia.

A Casa do Povo de Penacova acredita no Concelho de Penacova e nas potencialidades do mesmo, e queremos que todos vós acreditem também. É por esta razão que esta é a primeira de muitas caminhadas e a primeira de muitas iniciativas em prol do Concelho de Penacova. 

A Direção da Casa do Povo de Penacova

Post Top Ad