AMBIENTE - Projecto intermunicipal "ACÁCIA" visa combater espécies invasoras - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

9 de novembro de 2015

AMBIENTE - Projecto intermunicipal "ACÁCIA" visa combater espécies invasoras


A Ministra da Agricultura e do Mar visitou na passada sexta-feira, dia 6 de novembro, a mata nacional do Buçaco. Assunção Cristas veio ao Buçaco a convite do presidente da Fundação Mata do Buçaco (FMB). Segundo António Gravato, o objetivo foi “fazer com que a ministra se inteirasse dos projetos e iniciativas em curso” sendo, também, “uma oportunidade para que possa fazer uma avaliação mais sustentada quanto à realidade da mata e também da Fundação”. Presentes estiveram o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro e elementos da sua vereação, bem como o vice-presidente do conselho diretivo do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), João Pinho. O programa da visita foi composto por uma reunião de trabalho e um passeio através de um dos trilhos da mata, que culminou com a plantação de um cedro-do-buçaco junto à ermida de São José, recentemente requalificada.

O presidente da FMB, António Gravato, juntamente com o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, e a sua vereação, foram os anfitriões da ministra responsável pela pasta da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, que esteve, na tarde do passado dia 6 de novembro, de visita à mata nacional do Buçaco (MNB).

 A ministra chegou ao Buçaco ao início da tarde, tendo almoçado no Palace Hotel do Buçaco, deslocando-se logo depois à sede da FMB, onde se inteirou acerca dos principais trabalhos que a FMB tem realizado, bem como dos que pretende viabilizar. De seguida, a atual ministra da agricultura assinou o livro de honra da Fundação e recebeu o Cartão Prestígio daquela entidade. Por fim, a governante calcorreou um dos trilhos existentes na mata, tendo tido ainda tempo na sua agenda para realizar uma plantação simbólica, no âmbito do Projeto BRIGHT LIFE+, de uma das mais notáveis árvores existentes neste espaço natural tão singular. Esta foi a primeira vez que um ministro do governo central visitou o Buçaco, embora, e como reconheceu Assunção Cristas, “já conhecesse o espaço”, que classificou como “uma verdadeira maravilha”.

“Uma riqueza única na área florestal a nível nacional, que a seu tempo espero que venha a ser também reconhecida a nível internacional”, começou por dizer Assunção Cristas, durante a sua passagem pelo Buçaco. “Penso que temos aqui a base para uma receita bem-sucedida, composta por natureza, património e cultura, que, estou certa, irá colocar cada vez mais a MNB na agenda turística nacional”, referiu à comunicação social presente.

No que respeita à sustentação financeira da mata, a ministra prometeu “ficar atenta à necessidade de reforçar o envolvimento da FMB com os diferentes atores interessados nesta matéria”, realçando que, para tal, seja fulcral a “candidatura dos variados projetos em curso ao financiamento por meio de verbas comunitárias”. Estas permitirão dar futuramente “um outro fôlego à sustentação da mata”, sendo neste cenário “essencial o suporte concedido quer pela Câmara Municipal da Mealhada, quer pelo ICNF”, sublinhou a governante.

Já o dirigente da FMB, por seu lado, considerou a presença da ministra “um privilégio” e “uma esperança para o futuro da floresta”. “A presença da senhora ministra da agricultura na MNB é uma oportunidade para esclarecer e sensibilizar o governo sobre os projetos em curso, assim como os que pretendemos vir a dinamizar”. António Gravato enunciou ainda, em traços gerais, alguns dos projetos que a Fundação está a desenvolver, assim como as parcerias que espera viabilizar num curto-médio prazo, por forma a concretizar “de forma sustentável” as suas “principais metas” lembrando que, das cerca das 600 fundações existentes no país a FMB é das únicas que não recebem qualquer tipo de subsídio por parte do estado”.

Post Top Ad