CIM vai criar plano de acção para a mobilidade urbana sustentável



A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM/RC) anunciou ontem a elaboração de um Plano de Acção de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) que inclui nos seus objectivos o reforço da eficiência do transporte de pessoas e bens.

A reconversão para modos de transporte mais limpos e eficientes, garantia de um sistema de transportes e acessibilidade inclusivo, redução dos impactos negativos do sistema de transporte ao nível da saúde e segurança e a diminuição da poluição atmosférica, sonora e das emissões de gases com efeito de estufa, assim como do consumo energético, são outras das metas do PAMUS, sustenta, em nota de imprensa, a CIM/RC.

No documento, a comunidade intermunicipal frisa que o plano de acção pretende ainda promover a implementação de uma estratégia de baixo teor de carbono nos 19 municípios que a compõem.

«A Região [de Coimbra] é caracterizada por uma diversidade de densidades e perfis populacionais e produtivos, por possuir paisagens e recursos diversos e por deter oportunidades de construção de sinergias entre atividades e setores económicos. Ora, tal realidade levanta igualmente desafios adicionais na criação de condições de acessibilidade, mobilidade, de compatibilização dos vários modos de ocupação e uso do território», alega.

A elaboração do PAMUS é apoiada pelo Programa Operacional Regional do Centro 2020 e o plano aposta «na sustentabilidade do sistema de transporte, vertida em políticas de transferência modal a partir do transporte individual, mas também enquanto complemento ao transporte público», adianta.

«Terá quatro fases, será monitorizado baseado em indicadores e avaliada a sua implementação envolvendo a comunidade e os agentes mais relevantes de uma forma participada e interventora», lê-se ainda no documento.

  etiquetas ,