PENACOVA - Dupla burlou seniores com falsas encomendas


Dois homens, que se faziam transportar no automóvel Toyota preto, conseguiram ontem burlar dois seniores na localidade de Ribela, Penacova, com o pretexto de entregar encomendas que seriam para familiares.

Pelo menos esta é a versão da primeira vítima conhecida, uma senhora de 80 anos, que foi abordada pela dupla, logo de manhã, sob o pretexto de entregar uma encomenda que era destinada a uma das filhas.

Convencida pela conversa, a senhora entregou o dinheiro que tinha, 50 euros, verificando depois que a encomenda não era mais do que «um lençol com uns cartões embrulhados», nas palavras da outra filha, que relatou o «grande susto» que a mãe apanhou e que a deixou «traumatizada».

Não muito longe, na mesma localidade, os dois indivíduos, «um mais velho e outro mais novo», abordaram outro residente, um homem também já reformado, que acabou por lhes entregar 150 euros, muito embora não tenha sido possível confirmar se a “conversa” foi a mesma.

A dupla de burlões acabou por se colocar em fuga, no tal Toyota preto, quando tentaram “atacar” a terceira vítima, mais uma vez um homem aposentado há bastante tempo, este residente a poucas centenas de metros, na povoação do Casalito.

Aqui, valeu a intervenção da filha do homem, que se apercebeu da situação e conseguiu intimidar os indivíduos.

Segundo esta, a vítima já tinha entregue 80 euros aos homens, que «estavam a tentar tirar mais». A mulher disse então que já tinha apontado a matrícula do carro e que ia ligar à GNR, exigindo o dinheiro de volta, o que veio a acontecer.

A Guarda Nacional Republicana, através do Posto Territorial de Penacova, esteve no local a tomar conta da ocorrência, iniciando as investigações para descobrir quem são os autores deste “raid” junto de pessoas com mais idade e mais susceptíveis a serem vítimas deste tipo de acções.

Contudo, uma fonte da GNR disse ao nosso jornal que são relativamente frequentes os casos, não tanto de burlas, mas de vendas de roupa de cama e jogos de banho a preços bastante mais elevados do que os reais, como aconteceu recentemente na zona de Lorvão.

  etiquetas , , ,