OPERAÇÃO “Natal Tranquilo” registou 25 acidentes no distrito de Coimbra - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

29 de dezembro de 2015

OPERAÇÃO “Natal Tranquilo” registou 25 acidentes no distrito de Coimbra



O Comando Territorial de Coimbra da GNR anunciou ontem que durante a semana de Natal registaram-se 69 acidentes no distrito de Coimbra, dos quais resultaram 25 feridos leves. Acresce que a GNR intensificou, no âmbito da operação “Natal Tranquilo”, o patrulhamento “para as vias de maior tráfego nesta altura do ano”.

Comparativamente ao período homólogo de 2014, durante os quatro dias da operação “Natal Tranquilo” (24 a 27 de dezembro) registaram-se 25 acidentes (menos 10); zero vítimas mortais (menos uma); zero feridos graves (menos um) e sete feridos leves (menos 10).

Há a registar, contudo, segundo nota de imprensa da GNR, várias infrações (266 por excesso de velocidade, 16 por condução sob influência de álcool, nove por incorreta ou não utilização do cinto de segurança, seis por utilização indevida do telemóvel durante a condução).

A GNR realça que os militares empenhados na operação “Natal Tranquilo”, “tiveram como prioridade a prevenção da sinistralidade rodoviária, garantindo a fluidez do tráfego e apoio a todos os utentes das vias”, para lhes “proporcionar uma deslocação em segurança”. Neste período, esclarece, foram “efetuados 29 auxílios a condutores.

Por sua vez, segundo dados divulgados ontem pelo Comando Geral da GNR, ocorreram, no território nacional, 589 acidentes (menos 29). Há a registar sete mortes (menos duas), 19 feridos graves (mais seis) e 187 feridos leves (mais 21).

Oito detidos com álcool

No que diz respeito à atividade operacional, desenvolvida durante o período de 21 a 27 de dezembro, o Comando Territorial de Coimbra realça que foram detidos 13 indivíduos: oito por condução sob efeito de álcool (taxa superior a 1,19 g/l, dois por condução sem habilitação legal, dois por cumprimento de mandados judiciais, um por desobediência, nove pela incorreta ou não utilização do cinto de segurança e seis por utilização indevida do telemóvel durante a condução.

Post Top Ad