GASTRONOMIA | Lampreia inspira produtos gastronómicos inovadores - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1 de março de 2016

GASTRONOMIA | Lampreia inspira produtos gastronómicos inovadores



Degustar o arroz de lampreia é a grande motivação de quem visita Penacova por estes dias. Todavia, diversas entidades do território têm vindo a fazer um esforço adicional de diversificação, tentando “descobrir” novos produtos gastronómicos que utilizem a lampreia como matéria-prima.

Na linha da frente da inovação está a Escola Beira Aguieira (EBA), que deixou de funcionar em Mortágua, para concentrar toda a sua atividade em Penacova desde o início do corrente ano letivo.

A lecionar os cursos profissionais de técnicos de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, Auxiliar de Saúde, Gestão do Ambiente, Restaurante – Bar e Cozinha/Pastelaria, é através desta última especialização que estão a ser desenvolvidas e confecionadas – principalmente nos últimos cinco anos – receitas originais como quiche de lampreia, empadas, morcela de lampreia e escabeche. Este ano a grande novidade, adianta João Fonseca, gerente da EBA, é um prato de lampreia com algas e feijão.

Todo o trabalho de apuramento do sabor é feito na cozinha da escola, por grupos de trabalho, em que os alunos são coordenados pelo chef cozinheiro António Martins.

"Segredo bem guardado"

Por agora, estas novas sugestões gastronómicas ainda não passam de “um segredo bem guardado por alguns”, atendendo a que a difusão dos produtos ainda é muito reduzida, mas a escola acredita que “assim também se dá um contributo inovador para a divulgação da lampreia nesta região”.

Em 2016, num ano em que o rio Mondego comporta um grande caudal, o que ajuda as lampreias a subir o rio – vencendo mais facilmente os obstáculos que se colocam no seu percurso – Penacova reforça a oferta, alargando a época de consumo entre janeiro e abril. Neste contexto, para além do tradicional festival gastronómico anual que agora se realiza, a Câmara Municipal de Penacova, juntamente com os nove restaurantes aderentes, tem intensificado a promoção desta especialidade gastronómica nos concelhos vizinhos e grandes cidades.

António Rosado | Diário As Beiras