PATRIMÓNIO - Inauguração do “novo” Museu do Moinho Vitorino Nemésio - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

26 de fevereiro de 2016

PATRIMÓNIO - Inauguração do “novo” Museu do Moinho Vitorino Nemésio


“A memória coletiva prende-se com os vestígios do nosso passado”. Proferida por Fernanda Veiga, vereadora da Câmara Municipal de Penacova, esta afirmação serviu de mote para o descerramento da placa que ontem assinalou a inauguração das obras de remodelação e musealização do Museu do Moinho Vitorino Nemésio.

A intervenção pretende preservar a história dos moinhos, a memória dos moleiros, assim como prestar uma homenagem ao escritor açoreano. Na década de 1980, o moinho foi doado pelos herdeiros do “moleiro das palavras”, Vitorino Nemésio, à autarquia de Penacova, que o recuperou, proporcionando-lhe a funcionalidade de outrora.

Localizado no Lugar da Portela de Oliveira, Sazes do Lorvão, em pleno perímetro florestal da Serra do Buçaco, o museu está instalado, de acordo com Humberto de Oliveira, presidente da câmara municipal, “no coração de Penacova”.

Upgrade de qualidade

Humberto Oliveira referiu que este projeto surge no sentido de “recuperar um edifício com elevada relevância histórica e cultural para o concelho, consolidando o esforço de recuperação, dotando-o de zonas apropriadas à exposição de todo o espólio ali existente, bem como à sua conservação”. Embora mantenha toda a “sua traça original”, o edifício recebeu, com esta intervenção, “um toque de modernidade”, afirmou. Para que tal fosse possível, o presidente dirigiu um especial agradecimento a Jorge Cruz e José Dias, arquiteto e designer do projeto, respetivamente, que acrescentaram ao espaço um “upgrade de qualidade”.

O autarca fez ainda referência à “excelente informação” colocada em cada peça, na sua maioria de domínio privado e hoje “perfeitamente” identificadas na sua função. Diogo Gaspar, diretor do Museu da Presidência da República, reiterou as palavras do autarca, afirmando que “não se trata apenas de preservar, mas sim explicar toda a funcionalidade”.

Horário de funcionamento

O Museu do Moinho Vitorino Nemésio está aberto ao público todos os dias, exceto no domingo de Páscoa, 25 de dezembro, 1 de janeiro e 1 de maio. No verão, período compreendido entre 15 de março e 15 de outubro, o horário é das 10H00 às 17H00, enquanto no inverno, de 16 de outubro a 14 de março, está aberto das 10H00 às 18H00.

Núcleos molinológicos

A localização geográfica, a altitude e as condições favoráveis da região agrícola, oferecem ao concelho de Penacova singularidades para que detenha um dos maiores conjuntos molinológicos do país. Os moinhos encontram-se espalhados pelos Lugares da Atalhada, Aveleira e Roxo, Gavinhos, Paradela de Lorvão e Portela da Oliveira, estando as azenhas instaladas nos cursos do Mondego e do Alva e nas muitas ribeiras que correm no concelho.

Moinho de vento com muita história

O Moinho Vitorino Nemésio, situado no lugar da Portela de Oliveira, no perímetro florestal da Serra do Buçaco, pertenceu ao escritor açoriano e que a sua família doou em tempos à Câmara local, integra um conjunto arquitectónico que inclui a antiga casa de férias de Arantes de Oliveira, ministro das Obras Públicas da ditadura, adquirida pela Câmara Municipal de Penacova nos anos 80 do século passado.

Ana Clara Duarte | Diário As Beiras

Post Top Ad