DECO - STOP ao CYBERBULLYING! - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

15 de setembro de 2016

DECO - STOP ao CYBERBULLYING!


Com o seu rápido desenvolvimento, as novas tecnologias da informação e da comunicação (TIC) têm assumido uma relevância crescente na nossa sociedade, a nível social, profissional e pessoal. Assim, surgem novos desafios que se relacionam com as novas oportunidades e formas de comunicação que os media oferecem, não só com os seus benefícios, mas também com os seus riscos como é exemplo o fenómeno de cyberbullying (tradicional bullying através da utilização de meios eletrónicos como a internet e/ou o telemóvel).

Vários estudos têm revelado que o acesso doméstico à internet tem aumentado, sendo que 84% dos lares com crianças têm acesso à Internet, enquanto nos lares sem crianças esta percentagem decresce para 65%. De facto são os jovens (16-24anos) que mais utilizam a internet para comunicar quer mediante e-mail como através de chat, redes sociais e blogues.

Portugal acompanha esta tendência e cada vez mais temos pais e educadores preocupados com a relação entre a internet e os seus educandos.

Alguns estudos verificaram relações entre as vítimas de cyberbullying e a baixa auto-estima, sentimentos de raiva, desesperança, frustração, desconfiança, tristeza, depressão e solidão. Esta situação poderá afetar os resultados escolares visto que poderá influenciar a concentração durante as aulas. A investigação identificou, ainda, pensamentos e comportamentos suicidas com a cibervitimização, tanto em agressores como em vítimas.

Em regra, para prevenir os ataques, as vítimas utilizam várias estratégias baseadas na tecnologia, nomeadamente a restrição das definições de privacidade, alterar o nome de utilizador ou o endereço de correio eletrónico. Todavia, pouco se sabe da eficácia destas estratégias. Algumas vítimas tentam fazer frente aos agressores, ameaçando que vão pedir ajuda a um adulto. Contudo, normalmente é muito raro as vítimas denunciarem a um adulto ou por vergonha, ou por acharem que não são “queixinhas ou ainda por pensarem que lhes será restringido o acesso à internet ou finalmente porque considerarem que conseguem resolver os seus problemas sozinhos, pois já não são miúdos.

Fique atento! O Cyberbullying pode mudar o destino de alguém!


Melanie Magalhães - DECO Coimbra


Os leitores interessados em obter esclarecimentos relacionados com o Direito do Consumo, bem como apresentar eventuais problemas ou situações, podem recorrer ao Consultório do Consumidor do Diário de Coimbra/DECO, bastando, para isso, escreverem para o Diário de Coimbra/Rua Adriano Lucas, 3020-264 Coimbra ou para a DECO – Gabinete de Apoio ao Consumidor – Rua Padre Estêvão Cabral, 79-5º, Sala 504-3000-317 Coimbra.

Post Top Ad