EVENTO - Chelo promove mostra de saberes e sabores



Pretende-se dar a conhecer a mestria e o trabalho dos muitos artesãos da freguesia e arredores e também dar conta dos sabores que a tradição recomenda. Falamos da IV Mostra de Saberes e Sabores de Chelo, que se realiza hoje e amanhã, no jardim daquela localidade do concelho de Penacova. Um evento que é organizado este ano pela primeira vez pelo clube local, o União Popular e Cultural de Chelo. Uma “decisão” que a colectividade assumiu, refere o presidente, António Ribeiro, no sentido de dar continuidade a uma iniciativa «muito válida», que nos três anos anteriores foi organizada por uma comissão de mulheres. «Este ano não podiam», explica, e por isso «o clube, contando com a ajuda de algumas das senhoras, assumiu a responsabilidade».

O certame conta com a participação de mais de duas dezenas de expositores, de Chelo e das localidades vizinhas de Lorvão, S. Mamede e São Pedro de Alva, entre outras. A tradição criativa de Chelo na produção de palitos está amplamente representada no evento. Isto porque, de acordo com António Ribeiro, o Rancho Folclórico As Paliteiras de Chelo está presente, com um stand, onde mostra a arte de fazer palitos. Tarefa que uma paliteira da Ronqueira assume, igualmente, pondo a tónica dominante nos palitos florais.

Trata-se de uma arte com pergaminhos em Chelo, particularmente desempenhada pelas mulheres, pois aos homens cabia assegurar a venda dos palitos, andando de terra em terra. António Ribeiro recorda que os palitos eram a “moeda” usada na mercearia local, trocados por farinha, açúcar ou arroz. Mas também eram vendidos, a troco de dinheiro, para a União Exportadora de Chelo, uma empresa extinta há muito, que comprava os palitos e exportava, sobretudo para o Brasil.

Além dos palitos e de outros artigos de artesanato, a mostra apresenta licores de produção artesanal, mel, chás e plantas medicinais, reservando, também um espaço para a gastronomia. São quatro tasquinhas, onde há a garantia de encontrar chanfana, negalhos, mas também enchidos e broa caseiros. O Clube de Chelo vai assegurar o funcionamento de uma tasquinhas, explica o presidente, salientando a apostas nos petiscos, com moelas, pataniscas, peixe do rio, entre outras especialidades.

A mostra é inaugurada hoje, pelas 15h00 e durante a tarde há jogos tradicionais, nomeadamente da malha e sueca e o Grupo de Concertinas do Caneiro actua pelas 18h00. A noite é animada com bailarico, com a música a cargo do duo Vítor & Gay. Amanhã, pelas 9h00, assiste-se a uma caminhada pelo trilho das Azenhas, junto à ribeira de Lorvão. Em Lorvão o grupo irá visitar o forno comunitário, a Casa do Monte e o Mosteiro, regressando a Chelo à hora de almoço. À tarde há baile à moda antiga, com o Rancho Folcló- rico As Paliteira de Chelo a “comandar as operações”.

Manuela Ventura - Diário de Coimbra

  etiquetas , ,