COMEMORAÇÃO - Clube Automóvel do Centro assinala meio século com “glamour” no Casino Figueira

O Clube Automóvel do Centro celebra no próximo dia 21 de Outubro, a partir das 19h30, no Casino Figueira, 50 anos de intensa actividade. Foram sucessivas direcções que souberam ser herdeiras de um grupo de cidadãos que, em 1966, construíram um clube com um passado honroso, com um presente profícuo e um futuro com aptidões para manter acelerada a matriz e o ADN para o qual foi edificado.

ARMINDO CERQUEIRA / FOTO GT


Celebrar 50 anos é celebrar um percurso de vida que corresponde um enorme conjunto significativo de realizações. O Clube Automóvel do Centro é um exemplo organizativo e, ao celebrar meio século de existência, terá, forçosamente, de passar em revista o passado sem deixar de lembrar com orgulho os sonhos, os projetos que construiu, a marca que deixou, o respeito que desenvolveu, os amigos que conseguiu reunir e muitos títulos que ajudou a triunfar.

O Clube Automóvel do Centro é um protagonista indispensável do presente, como foi no passado, mas é sobretudo um alicerce para fortalecer o futuro. No próximo dia 21 de Outubro, a partir das 19h30, todos os caminhos convergem ao Casino Figueira, um espaço que acolhe uma cidade, uma região e um país que inspira os sentidos.

Trata-se de um cenário cosmopolita e irreverente, com altitude e charme e, que, entre o seu património, acolhe a Gala dos 50 anos do Clube Automóvel do Centro. É demasiado redutor ver este espaço apenas como um local de puro entretenimento. Também o é, mas é, sobretudo, um lugar de referência e acolhimento para quem chega, com renascida vontade de criar um legado artístico e desportivo.

Quando em 1966 um grupo de cidadãos lançou mão à obra e fez nascer o Clube Automóvel do Centro, pretendeu tão só dar resposta a uma carência local e regional, uma vez que não havia uma resposta pública nesta área desportiva, em que o automóvel é o protagonista de eleição.

Passados 50 anos, a génese mantém-se. As sucessivas direcções souberam ser herdeiras daquele grupo de cidadãos, respondendo cabalmente para o bom nome do clube.

A construção inicial era, foi e será, um ideário de perseverança, a sua matriz e ADN de prestar um serviço público de carácter desportivo, marcado por um clube de todos e para todos, sem qualquer escolha e discriminação no acesso. Ao longo dos anos, entre boas e más conjunturas, os caminhos do sucesso foram trilhados com enorme perícia.

Para trás ficaram 50 anos de muita acção, agilidade e determinação. Resta agora continuar esse fenómeno de perseverança e, escolher o Casino Figueira para comemorar a efeméride e homenagear todos aqueles que, de uma forma ou de outra, contribuíram para o engrandecimento do Clube Automóvel do Centro. O futuro a Deus pertence, mas sabemos todos ou todos sabemos que o futuro é marcado por um caminho, alicerçado em projectos e refém da credibilidade e da importância que o clube sempre soube granjear. Apesar de tudo isso, é de capital importância distinguir um variado conjunto de pessoas e instituições, num programa erigido de forma consciente sem descurar a identidade de um clube que celebra meio século de existência.

No próximo dia 21 de Outubro, a partir das 19h30, no Casino Figueira, mais de três centenas de pessoas serão testemunho disso mesmo, um testemunho qualificado desse papel na realidade local, regional, nacional, europeu e mundial. O Clube Automóvel do Centro está de parabéns. A data é para festejar com pompa e circunstância e dentro dos valores dos quais fazem parte integrante da matriz e ADN…


Programa – Casino Figueira
21 de Outubro de 2016

19h30 – Inauguração da exposição de miniaturas automóvel “50 anos 100 miniaturas”, no átrio do Casino Figueira, que fazem parte da história do Clube Automóvel do Centro de 1968 a 2015.
20h00 – Intervenção de Armando Fidalgo, presidente da Comissão Comemorativa dos 50 anos do Clube Automóvel do Centro.
20h05 – Homenagem aos sócios do Clube Automóvel do Centro, António Morais Duarte Ferreira, José Ferreira Rolo, José Manuel Barreto, José Carlos Freire Regêncio, Manuel Francisco Bandeira, Armando Manuel Umbelino e Carlos Alberto Antunes, estes dois últimos a título póstumo.
20h15 – Homenagem aos autarcas Manuel Machado, Carlos Cidade, Luís Providência, Carlos Encarnação e Jorge Lemos, este a título póstumo.
21h30 – Homenagem às autarquias: Câmara Municipal de Coimbra, Góis, Arganil, Oliveira do Hospital, Mortágua, Lousã e Figueira da Foz.
22h00 – Homenagem a empresas que, durante vários anos, ofereceram o contributo muito relevante aos inúmeros eventos desportivos organizados pelo Clube Automóvel do Centro: Automóveis do Mondego, Ferreira Morais & Morais, MCoutinho, Ascendum, Bomcar, Turismo Centro de Portugal Móveis Tralhão, Imobiliária Patrocínio Tavares, Gext Expro, Martins e Filhos, DMC, Casino Figueira, Caixa de Crédito Agrícola de Oliveira do Hospital e Riba Mondego/RibaLis.
22h30 – Homenagem aos 24 pilotos que venceram as 43 edições da prova rainha organizada pelo Clube Automóvel do Centro desde 1968 até 2016: Carpinteiro Albino (1968); José Lampreia (1969); Américo Nunes (1970 e 1973); Giovani Salvi (1971 e 1978); António Borges (1972); Carlos Torres (1976); Mequepê (1977); Mário Silva (1979); Santinho Mendes (1980 e 1981); Joaquim Santos (1982, 1983, 1985, 1986, 1988 e 1992); Joaquim Moutinho (1984); Inverno Amaral (1987 e 1989); António Coutinho (1990); Carlos Bica (1991); Jorge Bica (1993 e 1994); Paulo Meireles (1995); Fernando Peres (1996 e 1998); Adruzilo Lopes (1997); Pedro Matos Chaves (1999, 2000 e 2001); Miguel Campos (2002 e 2010); Bruno Magalhães (2007, 2008 e 2009); Armindo Araújo (2006); Vítor Lopes (2011); Ricardo Moura (2012 e 2013); João Barros (2014); Pedro Meireles (2015 e 2016).
23h30 Intervenção de Jorge Conde, presidente do Clube Automóvel do Centro.

Comissão de Honra da Gala
dos 50 Anos do CAC



Tiago Brandão Rodrigues (Ministro da Educação), João Paulo Rebelo (Secretário de Estado da Juventude e do Desporto), Luís Oliveira (Presidente da Assembleia Geral do CAC), Jorge Conde (Presidente da Direção do CAC), Rui Correia (Presidente do Conselho Fiscal do CAC), Manuel de Mello Breyner (Presidente da FPAK), Gastão Araújo (Presidente da ACOR e dirigente do TARGA Clube), Luís Araújo (Presidente do Conselho Directivo do Instituto Turismo Portugal), Pedro Machado (Presidente Turismo Centro de Portugal), Ana Abrunhosa (Presidente da Comissão da CCDRC), Celeste dos Santos Amaro (Directora do Direção Regional da Cultura do Centro), Manuel Machado (Presidente da CM Coimbra), Carlos Cidade (Vereador do Desporto da CM Coimbra), Ricardo Pereira Alves (presidente da CM Arganil), João Pais de Moura (Presidente da CM Cantanhede), Nuno Moita da Costa (Presidente da CM Condeixa-a-Nova), João Ataíde das Neves (Presidente da CM Figueira da Foz), Maria de Lurdes Castanheira (Presidente da CM Góis), Luís Miguel Correia Antunes (Presidente da CM Lousã), Raul José Rei Soares de Almeida (Presidente da CM Mira), António Miguel Costa Baptista (Presidente da CM Miranda do Corvo), José Carlos Alexandrino Mendes (Presidente da CM Oliveira do Hospital), Emílio Torrão (Presidente da CM Montemor-o-Velho), José Alberto Pacheco Brito Dias (Presidente da CM Pampilhosa da Serra), Humberto José Baptista Oliveira (Presidente da CM Penacova), Luís Filipe Lourenço Matias (Presidente da CM Penela), Mário Jorge Costa Rodrigues Nunes (Presidente da CM Soure), Mário Almeida Loureiro (Presidente CM Tábua), João Miguel Sousa Henriques (Presidente da CM Vila Nova de Poiares), Gil Nadais (Presidente da CM Águeda), José Júlio Norte (Presidente da CM Mortágua), Borges da Silva (Presidente da CM Nelas), Francisco Pedro Teles (Comandante da PSP de Coimbra), Coronel José Seguro (Comandante da GNR de Coimbra) e Coronel Vítor Manuel Guerra Rodrigues (Comandante da GNR de Viseu).

Comissão Executiva da Gala
dos 50 Anos do CAC

Francisco Armando Fidalgo, José Manuel Leal Barreto, Rosângela Elisabete Matos Garcia, Luís Miguel Santos Conde, Pedro Manuel Canas Rodrigues, José Ferreira Rolo e José Carlos Freire Regêncio.




  etiquetas ,