ACIDENTE - Pescador caiu ao rio e está desaparecido


Um homem, de 81 anos, está desaparecido desde ontem por suspeita de ter caído ao rio Mondego enquanto pescava junto à Praia dos Lanteiros, freguesia de Lorvão, perto do limite do concelho de Coimbra.

O alerta para o desaparecimento de Adriano Jegundo, que segundo foi possível apurar reside na freguesia de Figueira de Lorvão (Penacova), foi comunicado por amigos às autoridades, cerca das 15h00 de ontem, avançou fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Coimbra.

«Terá ido para a pesca e combinado com uns amigos. Quando os amigos chegaram, não o viram e pensaram que estaria em outro lado. Mas começaram a ficar aflitos à hora de almoço, já que ele não apareceu, como estava combinado», explicou o comandante os Bombeiros de Penacova, António Simões. As buscas envolveram as corporações dos Voluntários de Penacova e dos Sapadores de Coimbra e duraram toda a tarde de ontem, estendendo-se até à Praia Fluvial de Palheiros e Zorro (Torres do Mondego-Coimbra), «tendo sido interrompidas pelas 18h50», informou fonte dos Sapadores de Coimbra.

«“À priori”, e como habitualmente acontece nestas operações, os trabalhos para resgatar o homem desaparecido devem prosseguir com o amanhecer», ou seja, na manhã de hoje, revelou a mesma fonte. Num total estiveram envolvidos nestas buscas 19 operacionais, com seis veículos e duas embarcações, bem como a Guarda Nacional Republicana.

Ricardo Busano - Diário de Coimbra

  etiquetas , , ,