FUNDOS COMUNITÁRIOS - Centro 2020 aprova 39 milhões para a localização de empresas



O Programa Operacional Regional do Centro - Centro 2020 anunciou ontem a aprovação de um pacote de projetos de apoio à localização de empresas, que representa um investimento de fundos da União Europeia de cerca de 39 milhões de euros.

Em causa estão 36 projetos “ligados à criação e expansão de áreas qualificadas para a atração de empresas e de investimentos”, informou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), adiantando que estes projetos envolvem um investimento de cerca de 100 milhões de euros. O apoio do Centro 2020 é efetivado através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Hoje, em Penela, realiza-se a sessão pública de assinatura dos Contratos de Financiamento das operações relativas aos municípios de Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande e Penela. A cerimónia que tem lugar nas instalações do HIESE - Habitat de Inovação Empresarial nos Sectores Estratégicos de Penela, conta com a presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, e o autarca de Penela, Luís Filipe Matias.

Seis milhões para a CIM Região de Coimbra

Seis dos 19 municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra vão usufruir de financiamento. O investimento europeu na região representa um valor superior a seis milhões de euros.

O município que leva a maior fatia é Vila Nova de Poiares: 1.523.016.75 euros para o projeto “Smart Growth” que representa um investimento total de 1.897.198.25 euros. Segue-se o de Condeixa-a-Nova que para o projeto Condeixa@Colhe (2.523.472,80 euros) receberá 1.375.152,52 euros.

O Loteamento Industrial da Louriceira, em Penela, um investimento estimado em 1.597.576,86 euros, é contemplado com 1.330.596,70 euros.

A expansão da Zona Industrial de Pereira, em Miranda do Corvo recebe 966.721,41 euros, para um total de 2.037.301,27 que custará a intervenção. Já a expansão sul da Zona Industrial de Oliveira do Hospital, que representa 1.906.251.41 euros, consegue uma captação de financiamento de 914.795,22 euros.

Cantanhede irá continuar a expansão do Parque Empresarial e Tecnológico, prevendo para isso gastar 1.568.325,00 euros, estando garantido financiamento europeu no valor de 112.968,22 euros.

36 municípios recebem financiamento

Dos 36 municípios que vão beneficiar do apoio, o que mais receberá é o de Nelas que tem previsto um investimento superior a quatro milhões de euros para a área de acolhimento empresarial do concelho e garante 2.316.368,38 euros.

Cátia Vicente – Diários As Beiras




  etiquetas , ,