SOLIDARIEDADE - Incubadora Social expande-se da Lousã para Poiares, Penela e Condeixa



São assinados na próxima quarta-feira os protocolos que ditam a expansão do Microninho - Incubadora Social da Lousã para os concelhos vizinhos de Poiares, Penela e Condeixa, numa sessão que terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Lousã.

Os acordos são celebrados entre a ADSCCL (Associação de Desenvolvimento Social e Cultural dos Cinco Lugares), que desenvolve o projecto, os investidores, que são os quatro municípios, e dois dos parceiros do Microninho, a Dueceira e a Universidade de Coimbra.

De acordo com um comunicado da ADSCCL, nesta sessão formal marca também presença Filipe Santos, presidente da Comissão Directiva da Iniciativa Portugal Inovação Social.

Explica a ADSCCL que o Microninho é um projecto de empreendedorismo e inovação social co-financiado pelo Programa Parcerias para o Impacto do Portugal Inovação Social, no âmbito do programa POISE, «que promove o desenvolvimento local sustentável através da criação do próprio emprego, de forma sustentada e articulada, sem descurar as condições individuais de cada um, das potencialidades e recursos familiares, do rendimento, das competências individuais, sociais e relacionais».

Pretende, pois, «ser a alternativa para desempregados que pretendam dar um novo rumo às suas vidas, combatendo a escassez de recursos e de alternativas, e fornecendo ferramentas para que tanto os empreendedores como os seus agregados familiares sejam auxiliados e capacitados para se autonomizarem na criação de negócios próprios, e se integrem no mercado de trabalho desenvolvendo assim os seus territórios», conclui.

O Microninho tem sede na Lousã, desde 2013, alargando agora o âmbito. Durante o mês de Setembro, vão ser abertas as candidaturas aos interessados dos quatro municípios, sendo que a integração no programa é gratuito.

  etiquetas ,