AUTÁRQUICAS - Partido Socialista reforça liderança no concelho de Penacova - PENACOVA ACTUAL
PUB

ÚLTIMAS

PUB

Post Top Ad

2 de outubro de 2017

AUTÁRQUICAS - Partido Socialista reforça liderança no concelho de Penacova


Nestas eleições autárquicas, Humberto Oliveira mantém-se por mais 4 anos, como presidente do município de Penacova, onde o PS obtém o melhor resultado eleitoral, com 4.689 votantes, conseguindo eleger 4 vereadores para Câmara Municipal contra 3 do PSD, que obteu 3.061 votantes, mantendo a relação alcançada em 2013. A CDU (PCP/PEV) mantém-se como a terceira força política mais votada com 407 votantes, contra 123 do CDS/PP

Na assembleia municipal Pedro Coimbra mantém-se com presidente e o PS, com 4.536 votantes, consegue obter mais um deputado do que em 2013, passando para assim para 12, a contrário do PSD que com 3013 votantes, perde um deputado ficando assim com 8 representações naquele órgão autárquico. Já a CDU consegue obter 543 votos, mantendo o único deputado que ganhou em 2012. O CDS/PP consegue 144 votos, não elegendo qualquer deputado. 

Na freguesia de Carvalho, o candidato Alcino Francisco do PS recebe mais 78 votantes do que em 2013 e consegue uma maioria de 5 mandatos contra 2 do PSD.

Em Figueira de Lorvão, Pedro Assunção do PS obtém mais 94 votos do que em 2013 e mantém a relação de mandatos de 6 para 3 relativamente ao PSD face aos resultados de 2013

Em Lorvão, candidato do PS Rui Batista vê aumentada a sua votação, e assim consegue a maioria absoluta com a obtenção de 5 mandatos contra 2 do PSD e 2 da CDU, fruto de um acréscimo de 221 votos relativamente à votação de 2013.

Para a freguesia de Penacova, o candidato Vasco Viseu reforça a liderança com mais 83 votos e mantém a relação de forças ao conseguir manter os 6 deputados contra os 3 do PSD.

Na União das Freguesias de Friúmes e Paradela, António Fernandes consegue manter a maioria do PSD com 4 deputados, embora com menos 27 votos do que em 2013.

Em Sazes do Lorvão, o candidato José Carlos Alves do PS, reforça a a presença com mais 8 votos do que em 2013, conseguindo assim manter os 4 mandatos contra 3 do PSD.

Na União das Freguesias de Oliveira do Mondego e Travanca do Mondego, Luís Pechim do PS consegue a maioria absoluta, conseguindo obter 5 lugares, contra 2 do PSD e 2 da CDU.

Na União das Freguesias de São Pedro de Alva e São Paio de Mondego, Vítor Cordeiro consegue manter a maioria do PSD naquela assembleia com 6 mandatos contra 3 do PS, mas com menos 36 votos do que em 2013.

Nestas eleições, encontravam-se inscritos 14.214 inscritos e votaram 8.566 eleitores, o que equivale a 60,26% de participação nesta eleições.

Nas autárquicas de 2013, o número de eleitores inscritos era de 14.941 e foram 8.515 os votantes, correspondente a uma percentagem de 56,99 na participação.

Nas duas circunscrições territoriais em que o PSD mantém a liderança, verifica-se uma perda de votos para o PS.

A CDU mantém a terceira posição como força política do concelho, apenas conseguindo um aumento expressivo do seu eleitorado na freguesia de Lorvão, onde conseguiu obter mais 67 votos do que em 2013. No seu bastião natural, a União das Freguesias de Oliveira do Mondego e Travanca do Mondego, perde 43 votos o que a juntar aos 45 votos perdidos pelo PSD, permite ao PS a obtenção da maioria absoluta naquela união de freguesias.



*Dados obtidos através da análise dos resultados constantes na página da Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna

Post Top Ad