DESPORTO - Já é conhecido o calendário definitivo para a 1.ª Divisão AFC - PENACOVA ACTUAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

3 de outubro de 2017

DESPORTO - Já é conhecido o calendário definitivo para a 1.ª Divisão AFC




Este é mais um ano em que a Associação de Futebol de Coimbra se vê obrigada a realizar novos sorteios, anulando os que já tinha feito.

O Campeonato Distrital da 1.ª Divisão AFC (que começa já no domingo) não mudou substancialmente, mas houve necessidade de fazer acertos relativamente ao sorteio realizado a 18 de Agosto. Por partes, a desistência do Arganil (campeão distrital deste patamar na última época), que abdicou de participar na Divisão de Honra AFC, abriu uma “vaga” à subida do Marialvas (integrava a Série B). Por outro lado, o Vigor apresentou um protesto da subida relativamente à participação da Naval/SAD no principal campeonato distrital e no qual reivindicava o lugar, uma vez que foi a última das equipas despromovidas à 1.ª Divisão AFC no final de 2016/2017, fruto da “hecatombe” de descidas registada no Campeonato de Portugal. Entretanto, o Conselho de Justiça da AFC suspendeu os jogos dos dois emblemas e mesmo antes de tomar uma decisão definitiva, eis que a Naval/SAD desistiu.

O Vigor será “puxado” para a Divisão de Honra AFC ainda que, no entanto, não haja ainda oficialização desta decisão por parte da AFC.

Ontem, o novo sorteio da 1.ª Divisão AFC apresentou essas duas “baixas”. O Lordemão pas sou da Série A para a B em comparação com o calendário definido ainda no mês de Agosto. Quanto ao apuramento do campeão (começa a 11 de Março) será disputado pelos três primeiros classificados de cada uma das séries, num campeonato a duas voltas.

Infantis sorteados

Também no futsal houve novidades. O Distrital de Infantis, que tinha à partida três séries (definidas a 18 de Setembro), acabaram por ser reduzidas a dois grupos uma vez que cinco clubes, entretanto, desistiram. O campeonato começa a 14 de Outubro e a 1.ª eliminatória da Taça AFC, igual mente com novo sorteio, realiza-se a 1 de Novembro.






















Ricardo Ferreira Santos – Diário de Coimbra