CHELO - Duas Festas, uma Aldeia Penacova Actual PENACOVA ACTUAL - Jornal de Penacova
PUB

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CHELO - Duas Festas, uma Aldeia



A aldeia de Chelo, na freguesia de Lorvão, começa a preparar duas festas tradicionais que prometem animar a população e todos os que passarem pela aldeia. Nos próximos dois meses, estão previstas duas atividades festivas, que vão contagiar os visitantes e os chelenses, quer os residentes, quer os que nasceram na aldeia mas cuja a vida os levou a procurar outros locais para viver e laborar.

No próximo dia 14 de agosto começa a Festa em Honra de Nossa Senhora do Livramento. Durante dois dias, 14 e 15, Chelo irá prestar homenagem à sua padroeira, embora a festa, em 2018, tenha menos dias do que a edição anterior e tenha estado em risco. A Comissão de Festas nomeada para organizar o certame declinou o convite, ficando a festa à responsabilidade da União Popular e Cultural de Chelo (UPCC) e da Comissão da Capela, como revelou ao Diário As Beiras o membro da comissão, Sérgio Assunção. Também o presidente da UPCC, António Ralha, confirmou que o clube está a organizar a festividade que, inclusive, vai decorrer no recinto/pavilhão da UPCC.




Chelo homenageia Nossa Senhora do Livramento No primeiro dia, 14 de agosto (segunda-feira), véspera do feriado religioso que celebra a festa da Assunção de Nossa Senhora aos céus, a tarde vai ser preenchida com jogos tradicionais (do prego, das latas, entre outros). Às 22H30 sobe ao palco a banda ABA que irá animar a noite da festa, convidando todos presentes a dar um pé de dança.

No feriado nacional, 15 de agosto, o dia será dedicado às celebrações religiosas. Às 17H00 decorre a eucaristia, seguindo depois a procissão pelas ruas da localidade. Nesse dia está também prevista uma arruada, a começar por volta das 09H00, a cargo Grupo de Gaiteiros da localidade de Riba de Baixo (Penacova). Está também agendada a atuação da Filarmónica Mirandense, grupo de Miranda do Corvo. Durante os dias da festa vai decorrer uma quermesse. De salientar que alguns membros da comissão de festas que rejeitou iniciar funções vão colaborar com a organização do evento.

VI Mostra de Saberes e Sabores em setembro


Se a festa de agosto, de cariz mais religioso, conta já com várias décadas de realização, a VI (6.ª) Mostra de Saberes e Sabores de Chelo é organizada, desde 2013, pelo grupo Mulheres 2013. Este grupo reúne diversas senhoras naturais de Chelo, sejam residentes ou com raízes biológicas na localidade.

Desde 2013 que organizam este evento. Começaram porque, nesse ano, tal como em 2018, não tinha havido comissão de festas. Entre 15 e 16 de setembro (sábado e domingo), no Jardim Público de Chelo, diversas atividades estão planeadas, no sentido de envolver o maior número de pessoas possível.

Sábado, a partir das 15H00 será inaugurada a Mostra de Saberes e Sabores. No primeiro dia está prevista a atuação da tuna de Coimbra, As Fans, a partir das 18H00. A noite promete ser longa e animada, com a atuação de Quina Barreiros e da DJ Nuka.

No domingo o dia abre com uma caminhada pelos trilhos da localidade. O início está previsto para as 09H00, com o almoço a estar agendado para as 13H00 (as inscrições para a caminhada e para o almoço terminam no próximo dia 9 de setembro). Às 16H00 está prevista a atuação do grupo, As Paliteiras de Chelo, conhecidas por preservarem a arte da produção dos palitos de Chelo.

O encerramento do certame está agendado para as 18H00. Durante a mostra vão funcionar as habituais barraquinhas de comes e bebes, para quem quiser aquecer o estômago ou resfriar a garganta. Dois momentos de festa, com motivos diferentes, mas com um ponto em comum, a aldeia de Chelo, que pretende receber de "braços abertos" todos os visitantes das duas festividades. Nos dois momentos serão celebradas as culturas e tradições da população de Chelo, localidade do concelho de Penacova.

|e| Emanuel Pereira – Diário As Beiras

Sem comentários:

Enviar um comentário


Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.