TRAVANCA DO MONDEGO celebrou 40 anos de vida associativa Penacova Actual PENACOVA ACTUAL - Jornal de Penacova
PUB

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TRAVANCA DO MONDEGO celebrou 40 anos de vida associativa


Já lá vão 40 anos. E no decorrer destas quatro décadas, a Associação Recreativa e Cultural de Travanca do Mondego tem desenvolvido intensa actividade, não baixando os braços. E essa obra reflecte-se no seu complexo desportivo e recreativo, inaugurado em 5 de Abril de 2009, quando era presidente da Câmara Municipal de Penacova, Eng. Maurício Teixeira Marques, presidente da Junta de Freguesia, António Dias e presidente da Associação, Álvaro José M. Ferreira.

Actualmente a colectividade é presidida por uma jovem ainda – Susana Veiga – que pela sua forma aguerrida de liderar é sinal de que a colectividade tem sumo revigorante, mas nas palavras proferidas em dia festivo, 18 de Novembro de 2018, considera «que os tempos de hoje não estão fáceis, mas todas as Direcções que por aqui foram passando, incluindo a nossa, tudo têm feito e faz para com esforço e dedicação manter a Associação de pé, lamentando apenas que por vezes este nosso grande esforço não seja reconhecido ou louvado», mas é importante, como afirmou, «ouvir as vossas críticas, porque de uma forma ou de outra, nos ajudam a crescer, mas prefería­mos muito mais, que as deixassem de parte e se unissem a nós para continuar em frente». Não deixou de recordar, com saudade, o sócio e amigo Arménio Azadinho, pela força que lhe deu para seguir em frente com esta missão e deixou o apelo para que todos se unam, «nos apoiem e ajudem nesta missão meia louca de seguir em frente». Deixou agradecimentos quer à Câmara Municipal, quer à União de Freguesias pelo apoio que têm prestado.

«Os que criticam um dia voltam…»

O presidente da assembleia geral da Associação, José Henriques, recordou quando há quarente anos assinou a escritura com outros sócios, os sacrifícios que o grupo de então passou, sem espaço, sem infra-estruturas, mas todos, sem excepção, «tudo fizeram para relevar a Associação até aos dias de hoje». Sendo apologistas de quem faz críticas, mas sendo construtivas, «elas darão mais força a esta casa», deixando a promessa de que «da minha parte a presidente terá todo o meu apoio, bem como dos demais», deixando a nota de que «os que criticam um dia voltam», tanto mais que, como afirmou, todo o complexo necessita de obras, e por isso tem esperança «que tudo se fará».

«Todos temos que ajudar para levar por diante este projecto por mais anos…»

É uma afirmação do presidente da União de Freguesias de Travanca do Mondego e Oliveira do Mondego, Luís Manuel Marques Pechim, considerando que, apesar das críticas, a Associação de Travanca tem actividades e espaço que outra não tem na freguesia, e por isso há a necessidade de todos colaborarem para que o espaço venha a beneficiar de obras, tendo todos o dever de ajudar, para que este caminho associativo se mantenha, a fim de tornar a Associação «mais forte para levar por diante as suas propostas e projectos».

«40 anos de maturidade representa a capacidade de muitos…»

Para o Presidente da Câmara Municipal de Penacova, a data decorrida tem «um simbolismo especial de 40 anos de maturidade que representa a capacidade dos muitos os que por aqui passaram e colaboraram nesta caminhada», não deixando de recordar que há 32 anos ali esteve como desportista e passado todo este tempo, como disse o Dr. Humberto Oliveira, «há algo diferente», deixando o repto para que nestes anos mais próximos haja jovens capazes de, em mais 40 anos, «todos saibam honrar os pergaminhos da Associação».

O fundador vivo disse de sua justiça…

Com 81 anos, Francisco Rojais Henriques, sócio n.º 1 e fundador da Associação, apelou à união de todos «para continuar esta obra», e embora sentindo que o Associativismo está a fraquejar, pediu para que os críticos apareçam para não deixar cair a colectividade, e neste sentido deixou a promessa de que, mesmo não pertencendo aos corpos sociais, estará sempre disponível para colaborar.

Actividades desenvolvidas e a desenvolver

Quando os corpos sociais iniciaram a sua actividade no início de 2018 e que se prolongará durante 2019, delinearam um programa de actividades, as quais têm sido cumpridas durante o ano, como Desfile Carnavalesco, Torneio de Sueca, Sabores da Aldeia, Passeio de Bicicleta e Aula de Zumba, Marchas Populares, BTT/Peddy-Paper («Rota dos Escaravelhos»), Festa do Emigrante, Torneio de Futsal, Tarde de Jogos Tradicionais, a Comemoração dos 40 anos da Associação e a finalizar, ainda sem confirmação, a Matança do Porco, nos dias 8 e 9 de Dezembro.

Para tudo isto e o que virá a seguir, a presidente Sandra Veiga reclama união de todos os sócios, a fim de que estes «se orgulhem de participar e que seja uma referência para a comunidade onde está inserida, neste caso, para Travanca do Mondego».


Corpos sociais por mais um ano

Fazendo parte cinco mulheres da lista dos corpos sociais que foram eleitos em Janeiro de 2018 e que estarão em vigor até Dezembro de 2019, estão assim constituídos:

Assembleia-Geral
Presidente, José Oliveira Henriques; 1.º Secretário, Elodie Flórido Almeida; 2.º Secretário, Ana Cristina Henriques Rojais.

Direcção
Presidente, Susana Margarida Figueiredo Vieira Lopes; Secretário, Alberto da Conceição Marmelo; Tesoureiro, Thaís Alexandra Rodrigues Rosas; Vogais: Vítor Manuel dos Santos, David Videira Henriques, Alexandre José Simões Duarte e Maria Fernanda Rosas Sousa.

Conselho Fiscal
Presidente, Pedro António Santos Rodrigues; 1.º Secretário, António Manuel Silva Pais; 2.º Secretário, Armindo Gomes Carvalho.


José Travassos de Vasconcelos - A Comarca e Arganil

Sem comentários:

Enviar um comentário

Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.