BASQUETEBOL - CAD Coimbra/Chelo vence na Madeira e mantém acesa a esperança da manutenção Penacova Actual PENACOVA ACTUAL - Jornal de Penacova
PUB

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BASQUETEBOL - CAD Coimbra/Chelo vence na Madeira e mantém acesa a esperança da manutenção



Em jogo a contar para a 13.ª jornada da Liga Feminina de Basquetebol, a formação do CAD Coimbra/Chelo deslocou-se ao Funchal para defrontar o CAB Madeira.

Começaram melhor as locais, que, com cinco pontos sem resposta, mostravam que não iriam facilitar em nada. No entanto, a lição estava bem estudada por parte das Cadistas, que aumentaram a pressão defensiva sobre as principais figuras do adversário e contaram com grande eficácia no lançamento por parte de Oyanaisy Gelis, Mafalda Pompeu e Leidy Ferreira. Um parcial de 0-11, dava a liderança no marcador às visitantes, que acaram o quarto a vencer por 17-18.

No segundo quarto, as jogadoras do CAD Coimbra/Chelo mantiveram a pressão defensiva sobre as norte-americanas do CAB, conseguindo, no ataque, situações de grande vantagem perto do cesto, onde Maria João Andrade e Leidy Ferreira dominavam por completo a tabela ofensiva. Nas madeirenses, apenas Catarina Caldeira conseguia encontrar espaço para lançar ao cesto com eficácia. Não foi de estranhar a vantagem de 11 pontos que se verificava ao intervalo (33-44).

No reatar da partida, as jogadoras do Continente entraram muito concentradas, registando 62,5% de aproveitamento nos lançamentos de dois pontos, o que lhes permitiu cavar um fosso no marcador de 15 pontos. Reagiram as jogadoras da casa, que, com um parcial de 0-8, voltaram a entrar no jogo. Um oportuno desconto de tempo foi o suficiente para as Cadistas se concentrarem e, contando com a grande inspiração ofensiva da base cubana e da poste brasileira, manterem a sua equipa a 7 pontos de diferença à entrada do derradeiro quarto (53-60).

No último quarto, o CAB Madeira, quase sempre por intermédio da sua base norte-americana Chelsea Welch, consegue manter o resultado em aberto. A dificuldade da equipa laranja em parar os movimentos de bloqueio direto central, que por ela eram interpretados na perfeição, levou a que o resultado estivesse a apenas a 3 pontos quando faltavam 5 minutos para o final da partida. Valeu à equipa visitante manter o acerto ofensivo, sem nunca perder a liderança no marcador, que lhe permitiu alcançar preciosa vitória (67-73) na luta pela manutenção.

Sem comentários:

Enviar um comentário


Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.