SAÚDE - Parlamento aprova criação de unidade de cuidados continuados no Hospital de Lorvão Penacova Actual PENACOVA ACTUAL - Jornal de Penacova

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SAÚDE - Parlamento aprova criação de unidade de cuidados continuados no Hospital de Lorvão



O Parlamento aprovou esta sexta-feira um texto único final que propõe a criação de uma unidade de cuidados continuados e de reabilitação no antigo Hospital Psiquiátrico do Lorvão.

A proposta prevê que se inicie durante este ano os procedimentos necessários "para a criação de uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados e de Reabilitação"

O texto final da Comissão de Saúde, resultante de três projetos de resolução do PCP, Bloco de Esquerda e Partido Ecologista Os Verdes (PEV), anteriormente aprovados na generalidade, propõe ainda que a unidade seja integrada na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados.

O texto final foi aprovado com votos a favor do PCP, PEV, Bloco de Esquerda e PAN, abstenção da maioria da bancada do PSD e do PS e da bancada do CDS-PP.

Três deputados socialistas (Pedro Coimbra, Elza Pais e Cristina Jesus) e três deputados sociais-democratas (Maurício Marques, Fátima Ramos e Ana Oliveira), eleitos pelo círculo distrital de Coimbra, votaram a favor da proposta.

A proposta recomenda ao Governo que inicie durante este ano os procedimentos necessários "para a criação de uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados e de Reabilitação" no Hospital de Lorvão, "aumentando assim o número de camas públicas existentes nas várias tipologias" da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados.

No início do mês, a Assembleia da República tinha aprovado na generalidade três projetos de resolução para a instalação de uma unidade de cuidados continuados integrados no antigo Hospital Psiquiátrico de Lorvão.

Na sessão plenária, foram então aprovados os projetos apresentados pelo PCP, BE e Verdes, depois de dias antes ter sido debatida uma petição com o mesmo objetivo que o Movimento + Saúde para o Hospital de Lorvão entregou há um ano no parlamento.



Sem comentários:

Enviar um comentário


Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.