ENSINO - O «Mérito Escolar» voltou ao palco de São Pedro de Alva Penacova Actual PENACOVA ACTUAL - Jornal de Penacova

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ENSINO - O «Mérito Escolar» voltou ao palco de São Pedro de Alva

Foi uma noite, mais uma entre muitas que se têm realizado nos palcos de São Pedro de Alva, recheada de autêntico sucesso, tanto mais estando em evidência a jovialidade escolar, com a presença de pais, avós, tios, primos e amigos, num salão a rebentar pelas costuras. Foi, de facto, uma noite para mais tarde recordar, sobretudo os de palmo e meio.


E porque a presença de todos era importante, foi por isso que a “mestre-cerimónias”, a secretária da  União de Freguesias, Georgina Oliveira, salientou que «o acto de educar exige o envolvimento, a disponibilidade, a abertura, o empenho e a acção coordenada, coerente e responsável por parte de todos os seus intervenientes – alunos, professores, funcionários e encarregados de educação».

A noite foi ainda enriquecida com música de muita qualidade, através do Quarteto de Cordas “Arcosd’Almedina”, formada na Escola de Artes de Penacova, constituído pela Débora, Cláudia, Mariana e Francisca, um grupo com influências do jazz, do rock, dos tangos e da música popular Portuguesa.

O presidente da União de Freguesias salientou que «premiar o mérito é distinguir um comportamento e aproveitamento de excelência, reconhecer os melhores dos melhores e, sobretudo, incentivar mais alunos a alcançar um patamar de excelência», e que, além do mais, «este é um momento das nossas crianças e jovens, sendo também um reforço da nossa auto-estima colectiva, colocando-lhe uma responsabilidade acrescida e contribuindo para um exemplo e um apoio aos seus colegas», onde Vítor Cordeiro não deixou de saudar e agradecer «o trabalho de todos os outros bons alunos do agrupamento, que pese embora não tenham atingido estas médias, trabalharam com empenho e brio, mos trando uma qualidade que é também merecedora do nosso reconhecimento». E o presidente, que considera a escola «como uma janela aberta para a vida e para o futuro» e recordando como se rege o regulamento, que tem por base «a selecção da exclusiva responsabilidade do estabelecimento de ensino» e os 21 alunos que iram ser contemplados atingiram brilhantes médias, iguais ou superiores a 4,31 ponto no segundo e terceiro ciclo e a menção de Bom e Muito Bom no primeiro ciclo, não esqueceu o empenho quer dos pais, professores e encarregados de educação no acompanhamento dos alunos, e terminou Vítor Cordeiro dizendo que «uma escola se constrói com bons alunos, trabalhadores, empenhados no cumprimento dos seus deveres, promotores de desafios aos professores, capazes de deixarem marca na Escola e na memória dos seus professores, contribuindo determinantemente para o posicionamento da sua Escola nos rankings nacionais».

Como não pôde estar presente, o presidente do Conselho Geral do Agrupamento de Penacova, Pedro Miguel Gonçalves, enviou mensagem no sentido de fortalecer a sua admiração por esta iniciativa da União de Freguesias de São Pedro de Alva e São Paio de Mondego, deixando o «sinal que se procura estimular os alunos para serem melhores e, ao mesmo tempo, recompensar os que realmente se esforçaram» e dizendo que «não podia estar mais de acordo com a estratégia, deixou palavras de reconhecimento e encorajamento para que continuem empenhados em ser os melhores alunos», pois se o forem, «também poderão seros melhores cidadãos».

Quem o salientou foi a vereadora da Educação, Dr.ª Sandra Ralha, deixando palavras aos alunos premiados para que continuem a empenhar-se para que tudo decorra pelo melhor, não esquecendo o papel dos pais, já que para os alunos que «não conseguiram atingir a linha», que continuem a lutar, pois «o vosso dia chegará». Dizendo que é importante «partilhar estratégias no ensino», a vereadora realçou e louvou o trabalho que as escolas do concelho estão a realizar, não esquecendo os apoios que a Câmara Municipal tem desenvolvido, e um deles, para além de outros, particularmente em termos de alimentação, a oferta de livros escolares até ao 1.º ciclo e reforçar mais os recursos humanos e deixando claro que «o Município aposta na Educação», desejou a todos um bom ano lectivo

Os alunos premiados


Após as intervenções, Georgina Oliveira chamou ao palco os 21 alunos, onde cada um recebeu calorosos aplausos, tendo como fundo lindos cenários, a maior parte deles mostrando a vida escolar. Mas antes, a secretária da União e Freguesias, ao dizer que «os desafios fazem-nos mais forte», acrescentou que «a Escola não é apenas o lugar onde aprendemos letras e números, é o lugar onde podemos compartilhar experiências e viver momentos únicos que recordaremos para o resto da vida» e virando-se para os alunos salientou que «a vossa caminhada poderá ter dificuldades, mas com estudo e determinação não há nada que vocês não consigam fazer e lembrem-se que o conhecimento é o maior poder de todos».

1.º Ano - Henrique Miguel S. Abranches, Julieta Pereira Correia, Lucas Rodrigues Henriques e Madalena Bandeira M. Duarte.
2.º Ano - Dionísio Joaquim C. Fonseca, Liana Gonçalves Loureiro e Madalena Martins Granjeio;
3.º Ano – Duarte Alves Carvalho.
4.º Ano – Carolina Batista Pereirinha, Leandro Cordeiro Clemente e Maria Santos Abranches.
5.º Ano – Matilde Ferreira Oliveira Morgado.
6.º Ano – Daniela Gomes Sousa.
7.º Ano - Sara Simões Cordeiro, Mariana Almeida Moreira, Tiago Alexandre Rodrigues Rosas e Vera Isabel Marques Tavares.
8.º Ano – Adriana Mendes Correia, Afonso Gabriel Marceneiro Ferreira e Beatriz Sousa Alves.
9.º Ano – Ana Rita Marques Fonseca

José Travassos de Vasconcelos - A Comarca de Arganil


Sem comentários:

Enviar um comentário


Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.