Últimas Notícias

COVID 19 - Escolas de acolhimento continuam abertas durante férias da Páscoa


As escolas de referência para acolher os filhos dos trabalhadores de serviços essenciais, durante a suspensão das atividades letivas presenciais devido à pandemia covid-19, vão continuar a funcionar durante interrupção da Páscoa, confirmou hoje o Ministério da Educação.
Em comunicado, o Ministério sublinha que as mais de 700 escolas referenciadas estão a cumprir uma “função social imprescindível”, não só ao receber as crianças e jovens que necessitem de acolhimento, mas também ao garantir o serviço de refeições escolares para alunos carenciados.
Segundo dados oficiais, estas escolas estão a acolher diariamente cerca de 150 filhos de trabalhadores de serviços essenciais, entre profissionais de saúde, dos serviços de ação social e das forças de segurança e de socorro.
Por outro lado, na segunda semana em que as atividades letivas presenciais estão suspensas, a média de refeições diárias servidas no conjunto escolas ultrapassa já as 6.500, um número que, segundo a tutela, tem vindo a aumentar desde o início do processo.
De acordo com os dados referentes à primeira semana, divulgados na sexta-feira, as escolas serviram uma média de 5.500 refeições diárias. “Só na quarta-feira foram servidas cerca de oito mil refeições”, revela agora o ministério.
A informação de que estes estabelecimentos de ensino vão continuar a funcionar durante a pausa letiva, que se inicia na sexta-feira, já tinha sido avançada pelo Conselho de Ministros, no final da reunião de hoje do executivo, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, em comunicado.
Da mesma reunião, saiu também a decisão de alargar a justificação de faltas de trabalhadores com filhos ao período das férias da Páscoa, mantendo a prestação extraordinária neste período de interrupção letiva apenas para creches fechadas devido à pandemia da covid-19.

Sem comentários


Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.