Últimas Notícias

SOLIDARIEDADE - Câmara de Penacova quer reduzir faturas de água, saneamento e resíduos


A Câmara de Penacova vai avançar com a redução ou isenção do pagamento das faturas de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos enquanto vigorar o estado de emergência, foi hoje anunciado.


A medida faz parte de um conjunto de propostas de apoio social que o presidente da autarquia, Humberto Oliveira, apresentará ao executivo, para minimizar o impacto da pandemia da covid-19 nas famílias de Penacova.

"Entre essas medidas, consta a possibilidade de reduzir ou isentar, durante o período de emergência nacional, o pagamento das faturas de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos", afirma o autarca em comunicado.

Humberto Oliveira recorda que o município de Penacova, no distrito de Coimbra, encontra-se "em processo de saída" da Empresa Intermunicipal do Pinhal Interior Norte (APIN), cujo conselho de administração era presidido por ele próprio.

"Será proposto à empresa, logo que se confirme a decisão a tomar" em reunião da Assembleia Municipal, na sexta-feira, "que não seja emitida qualquer faturação desde janeiro aos consumidores" do concelho.

Na nota, é referido que "a responsabilidade de faturação caberá ao município de Penacova, havendo condições, neste período de emergência nacional, para uma proposta de isenção ou redução do pagamento dos três serviços: fornecimento de água para consumo humano, saneamento e recolha de resíduos urbanos."

Em Portugal, registaram-se 60 mortes na sequência da pandemia da covid-19, mais 17 do que na véspera (+39,5%), e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira (+18,3%).

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Sem comentários


Leia as regras:

1 - Os comentários ofensivos não serão publicados.
2 - Os comentários apenas refletem a opinião dos seus autores.